Em Busca da Verdade...
Capítulo 5

O Segundo Plano Cristão- O Messias – à partir de Jesus

PARTE 2 -

Significado especial da palavra Vida e Morte

Capítulos

0- Introdução

1-Antes da Criação do Mundo

2- Período da Criação

3-Classificação dos anjos em relação aos povos da Terra

4-O Primeiro plano cristão - de Adão a Jesus (Dividido em 10 partes) leia as partes abaixo:

4.1-Adão o profeta

4.2- Adão a Noé

4.3- Primeiro pacto: Deus e Noé

4.4- Segundo pacto: Deus e Abrão

4.5-Terceiro pacto: Deus e Moises

4.6- Quarto pacto: Deus e Davi

4.7- Meios de comunicação

4.8- Análise do Profeta Isaias

4.9- Análise do Profeta Jeremias

4.10- Analise do Profeta Zacarias

5-O Segundo Plano Cristão- O Messias - apartir de Jesus (em 11 partes)

5.1- Jesus, o primeiro a ressuscitar dos mortos

5.2- Significado especial da palavra Vida e Morte

5.3- Cada um é responsável por seus atos

5.4- Os deveres dos servos Cristãos

5.5-Advertência às Igrejas Cristãs

5.6- Advertência aos Cristãos, para com o mundo espiritual

5.7- Relacionamento dos dois Adãos

5.8- Melquisedeque uma simples figura de Cristo

5.9- Jesus dá o relacionamento da família comforme quer

5.10- Classificação dos espíritos através do nascimento

5.11 Predições da vinda de Cristo nos últimos tempos

6-Juizo Final

7- Fim do Planeta Terra

 

 

 Nos trechos que lemos anteriormente, encontramos um significado especial na palavra vida e na palavra morte como temos explicado anteriormente e até mesmo cansativamente, para chamar a atenção do leitor a este detalhe fundamental ignorado por muitos teólogos.

Para Jesus,como para profetas e anjos, as duas palavras têm um significado diferente do que nós terrenos achamos.    Para nós, a vida significa nascer do ventre da mulher.   E morrer, é deixar a vida material, ou seja, deixar o corpo que fica sem vida.     Mas para Jesus,  profetas e anjos, - poderemos concluir através dos textos, - não se trata do mesmo significado. A nossa morte terrena não significa muito para eles. Quando estamos em pecado, mesmo vivendo nesta vida, nós estamos mortos para Eles.   E se nós morremos sem pecado, ou no arrependimento, estaremos vivos para Eles, que comandam o Universo, onde Deus e os anjos consideram a VIDA.  Portanto,  o conceito do Universo é que: devemos voltar às nossas origens, como diz no livro de Salmos e outros. 

 

Salmos - Cap. 90 - Vers.  

3 Tu reduzes o homem à destruição; e dizes : Volvei, filhos dos homens. 

 

Isaias  - Cap. 55  - Vers. 7

 

7  Deixe o ímpio o seu caminho, e o homem maligno, os seus pensamentos e se converta ao SENHOR, que se compadecerá dele; torne para o nosso Deus, porque grandioso é em perdoar.

 

Aos Romanos - Cap. 8 - Vers. 5 a 17 (13)

 

5  Porque os que são segundo a carne inclinam-se para as coisas da carne; mas os que são segundo o Espírito, para as coisas do Espírito.

6  Porque a inclinação da carne é morte; mas a inclinação do Espírito é vida e paz.

7  Porquanto a inclinação da carne é inimizade contra Deus, pois não é sujeita à lei de Deus, nem, em verdade, o pode ser.

8  Portanto, os que estão na carne não podem agradar a Deus.

9  Vós, porém, não estais na carne, mas no Espírito, se é que o Espírito de Deus habita em vós. Mas, se alguém não tem o Espírito de Cristo, esse tal não é dele.

10  E, se Cristo está em vós, o corpo, na verdade, está morto por causa do pecado, mas o espírito vive por causa da justiça.

11  E, se o Espírito daquele que dos mortos ressuscitou a Jesus habita em vós, aquele que dos mortos ressuscitou a Cristo também vivificará o vosso corpo mortal, pelo seu Espírito que em vós habita.

12  De maneira que, irmãos, somos devedores, não à carne para viver segundo a carne, 13  porque, se viverdes segundo a carne, morrereis; mas, se pelo espírito mortificardes as obras do corpo, vivereis. 14  Porque todos os que são guiados pelo Espírito de Deus, esses são filhos de Deus.

15  Porque não recebestes o espírito de escravidão, para, outra vez, estardes em temor, mas recebestes o espírito de adoção de filhos, pelo qual clamamos: Aba, Pai.

16  O mesmo Espírito testifica com o nosso espírito que somos filhos de Deus.

17  E, se nós somos filhos, somos, logo, herdeiros também, herdeiros de Deus e co-herdeiros de Cristo; se é certo que com ele padecemos, para que também com ele sejamos glorificados.

  

Leremos abaixo sobre a origem dos escolhidos. Se o homem soubesse de onde ele vem assim que  nasce, não teria valor nenhum o seu mérito pelo livre arbítrio,  pois os mistérios da vida já estariam resolvidos ha muito tempo.  E Deus não precisaria ter tido o trabalho que teve, expondo o Seu Filho escolhido nas garras do ser humano. Ora, à partir do nascimento, se apagam em nossa memória  as nossas origens,  ficando cada um por si só, respondendo por seus próprios atos.

 (Para melhor esclarecimento, repetiremos alguns trechos bíblicos já lidos anteriormente, e outros novos. No entanto faremos mais alguns comentários de introdução dos vários textos até o final deste capítulo, pois achamos que o leitor poderá a esta altura entende-los de forma simples e lógica estas mensagens complementares.)

 

Aos  Hebreus - Cap. 11 - Vers. 13 a 15

 

13  Todos estes morreram na fé, sem terem recebido as promessas, mas, vendo-as de longe, e crendo nelas, e abraçando-as, confessaram que eram estrangeiros e peregrinos na terra.

14  Porque os que isso dizem claramente mostram que buscam uma pátria.

15  E se, na verdade, se lembrassem daquela de onde haviam saído, teriam oportunidade de tornar.

Obs: no versículo (13) lido,  temos uma revelação importante: aqueles que acreditaram nas mensagens recebidas pelos profetas e creram, confessaram que eram estrangeiros e peregrinos na Terra, pois deixaram a sua própria habitação no Universo (Céu). E no versículo 15 nos confirma esta linha de pensamento, pois nós aqui na Terra uma vez que nascemos, perdemos a memória da nossa origem.

Nos trechos que vamos ler abaixo, os apóstolos são bem claros em estipular as duas classes de anjos que estão aqui na terra. São Judas explica que os anjos que não guardaram o seu principado lá nos céus e abandonaram a sua própria habitação - por se revoltarem contra as regras vigentes no Universo comandadas por Deus - foram atirados na terra para juízo. Se neste período não se reconciliarem com Ele através da palavra, estarão aguardando o julgamento que está sendo feito e a condenação eterna, que virá no final dos tempos terrenos. Por outro lado temos abaixo S. Mateus, dando esperanças para aqueles que se converteram e seguiram os mandamentos na palavra de Jesus Cristo. À estes está preparado o retorno para a vida eterna do lugar que saímos lá no Universo de Deus.     

S. Judas - Cap. 1 - Vers.  6

 

6  E aos anjos que não guardaram o seu principado, mas deixaram a sua própria habitação, reservou na escuridão e em prisões eternas até ao juízo daquele grande Dia;

 

S. Mateus - Cap. 25 - Vers. 34  a  35

 

34  Então, dirá o Rei aos que estiverem à sua direita: Vinde, benditos de meu Pai, possuí por herança o Reino que vos está preparado desde a fundação do mundo;

35  Porque tive fome, e destes-me de comer; tive sede, e destes-me de beber; era estrangeiro, e hospedastes-me;

 

 S. Mateus - Cap. 22 - Vers.  30   a   33

 

30  Porque, na ressurreição, nem casam, nem são dados em casamento; mas serão como os anjos no céu.

31  E, acerca da ressurreição dos mortos, não tendes lido o que Deus vos declarou, dizendo:

32  Eu sou o Deus de Abraão, o Deus de Isaque e o Deus de Jacó? Ora, Deus não é Deus dos mortos, mas dos vivos.

33  E, as turbas, ouvindo isso, ficaram maravilhadas da sua doutrina.

 

S. João - Cap. 5 - Vers. 21 a 34 

 

21  Pois assim como o Pai ressuscita os mortos e os vivifica, assim também o Filho vivifica aqueles que quer.

22  E também o Pai a ninguém julga, mas deu ao Filho todo o juízo,

23  Para que todos honrem o Filho, como honram o Pai. Quem não honra o Filho não honra o Pai, que o enviou.

24  Na verdade, na verdade vos digo que quem ouve a minha palavra e crê naquele que me enviou tem a vida eterna e não entrará em condenação, mas passou da morte para a vida.

25  Em verdade, em verdade vos digo que vem a hora, e agora é, em que os mortos ouvirão a voz do Filho de Deus, e os que a ouvirem viverão.

26  Porque, como o Pai tem a vida em si mesmo, assim deu também ao Filho ter a vida em si mesmo.

27  E deu-lhe o poder de exercer o juízo, porque é o Filho do Homem.

28  Não vos maravilheis disso, porque vem a hora em que todos os que estão nos sepulcros ouvirão a sua voz.

29  E os que fizeram o bem sairão para a ressurreição da vida; e os que fizeram o mal, para a ressurreição da condenação.

30  Eu não posso de mim mesmo fazer coisa alguma; como ouço, assim julgo, e o meu juízo é justo, porque não busco a minha vontade, mas a vontade do Pai, que me enviou. 

31  Se eu testifico de mim mesmo, o meu testemunho não é verdadeiro.

32  Há outro que testifica de mim, e sei que o testemunho que ele dá de mim é verdadeiro.

33  Vós mandastes a João, e ele deu testemunho da verdade.

34  Eu, porém, não recebo testemunho de homem, mas digo isso, para que vos salveis.

OBS: Neste texto lido temos uma declaração importante no versículo 22 que Deus não julgará a ninguém, porém deu o poder de julgamento ao Filho, Jesus, o que comprova o texto da pág. 191 de Zacarias capítulo 3 que fala de Josué. Leiamos novamente o versículo 7: Assim diz o Senhor dos Exércitos: Se andares nos meus caminhos, e se observares as minhas ordenanças, também tu julgarás a minha casa, e também guardarás os meus átrios, e te darei lugar entre os que estão aqui”.

 

S. João - Cap. 8 - Vers. 51

 

51  Em verdade, em verdade vos digo que, se alguém guardar a minha palavra, nunca verá a morte.   –( entenda-se morte em pecado. )

 

S. João - Cap. 11 – Vers 21 a 27  ( 25/26)

 

21  Disse, pois, Marta a Jesus: Senhor, se tu estivesses aqui, meu irmão não teria morrido.

22  Mas também, agora, sei que tudo quanto pedires a Deus, Deus to concederá.

23  Disse-lhe Jesus: Teu irmão há de ressuscitar.

24  Disse-lhe Marta: Eu sei que há de ressuscitar na ressurreição do último Dia.

25  Disse-lhe Jesus: Eu sou a ressurreição e a vida; quem crê em mim, ainda que esteja morto, viverá; 26  E todo aquele que vive e crê em mim nunca morrerá. Crês tu isso?

27  Disse-lhe ela: Sim, Senhor, creio que tu és o Cristo, o Filho de Deus, que havia de vir ao mundo.

Neste trecho lido, temos uma grande esperança. Como todos nós somos pecadores e por isso somos considerados mortos.  Podemos alcançar a Salvação se crermos nele (Jesus). Por isso se já crermos na Palavra de Jesus e somos fiéis aos seus mandamentos, somos considerados vivos para Deus.

 

 

 

S. João - Cap. 12 - Vers. 24 a 27 ( 25 )

 

 

24  Na verdade, na verdade vos digo que, se o grão de trigo, caindo na terra, não morrer, fica ele só; mas, se morrer, dá muito fruto.

25  Quem ama a sua vida perdê-la-á, e quem, neste mundo, aborrece a sua vida, guardá-la-á para a vida eterna.

26  Se alguém me serve, siga-me; e, onde eu estiver, ali estará também o meu servo. E, se alguém me servir, meu Pai o honrará.

27  Agora, a minha alma está perturbada; e que direi eu? Pai, salva-me desta hora; mas para isso vim a esta hora.

Jesus neste ultimo versículo(27), está com sua alma perturbada mediante seu estado de consciência, acerca do que haveria de passar. Porque  tinha conhecimento de que Ele estava sendo provado para um resgate de pecado cometido anteriormente.

 

S. João - Cap. 14 - Vers. 3 a 21

 

3  E, se eu for e vos preparar lugar, virei outra vez e vos levarei para mim mesmo, para que, onde eu estiver, estejais vós também.

4  Mesmo vós sabeis para onde vou e conheceis o caminho.

5  Disse-lhe Tomé: Senhor, nós não sabemos para onde vais e como podemos saber o caminho?

6  Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida. Ninguém vem ao Pai senão por mim. 7  Se vós me conhecêsseis a mim, também conheceríeis a meu Pai; e desde agora o conheceis e o tendes visto.

8  Disse-lhe Filipe: Senhor, mostra-nos o Pai, o que nos basta.

9  Disse-lhe Jesus: Estou há tanto tempo convosco, e não me tendes conhecido, Filipe? Quem me vê a mim vê o Pai; e como dizes tu: Mostra-nos o Pai? 10  Não crês tu que eu estou no Pai e que o Pai está em mim? As palavras que eu vos digo, não as digo de mim mesmo, mas o Pai, que está em mim, é quem faz as obras.  11  Crede-me que estou no Pai, e o Pai, em mim; crede-me, ao menos, por causa das mesmas obras.

12  Na verdade, na verdade vos digo que aquele que crê em mim também fará as obras que eu faço e as fará maiores do que estas, porque eu vou para meu Pai. 13  E tudo quanto pedirdes em meu nome, eu o farei, para que o Pai seja glorificado no Filho. 14  Se pedirdes alguma coisa em meu nome, eu o farei. 15  Se me amardes, guardareis os meus mandamentos.

16  E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Consolador, para que fique convosco para sempre, 17  o Espírito da verdade, que o mundo não pode receber, porque não o vê, nem o conhece; mas vós o conheceis, porque habita convosco e estará em vós.

18  Não vos deixarei órfãos; voltarei para vós.

19  Ainda um pouco, e o mundo não me verá mais, mas vós me vereis; porque eu vivo, e vós vivereis.

20  Naquele dia, conhecereis que estou em meu Pai, e vós, em mim, e eu, em vós. 21  Aquele que tem os meus mandamentos e os guarda, este é o que me ama; e aquele que me ama será amado de meu Pai, e eu o amarei e me manifestarei a ele.

Neste trecho lido - no versículo 9, 10 e 11, Jesus está tentando explicar para Felipe a unidade que existe entre Ele (Jesus) e o Pai (Deus), fazendo parte da trindade, uma comunhão de pensamento, formando uma unidade ideológica. Para o leitor entender, várias vezes Jesus nos diz que se formos fiéis à Ele e vivermos em santidade, faremos unidade com Ele, pois o Pai habitará em nós, e outros aceitarão à Cristo, pois verão Cristo em nós - através do nosso testemunho. Esta é a idéia que muitos fiéis ainda hoje não compreendem.

 

S. Mateus - Cap. 7 - Vers. 1 a 14  (11 e 14)  

 

1  Não julgueis, para que não sejais julgados, 2  porque com o juízo com que julgardes sereis julgados, e com a medida com que tiverdes medido vos hão de medir a vós.

3  E por que reparas tu no argueiro que está no olho do teu irmão e não vês a trave que está no teu olho?  4  Ou como dirás a teu irmão: Deixa-me tirar o argueiro do teu olho, estando uma trave no teu? 5  Hipócrita, tira primeiro a trave do teu olho e, então, cuidarás em tirar o argueiro do olho do teu irmão. 6  Não deis aos cães as coisas santas, nem deiteis aos porcos as vossas pérolas; para que não as pisem e, voltando-se, vos despedacem. 7  Pedi, e dar-se-vos-á; buscai e encontrareis; batei, e abrir-se-vos-á. 8  Porque aquele que pede recebe; e o que busca encontra; e, ao que bate, se abre. 9  E qual dentre vós é o homem que, pedindo-lhe pão o seu filho, lhe dará uma pedra?

10  E, pedindo-lhe peixe, lhe dará uma serpente?

11  Se, vós, pois, sendo maus, sabeis dar boas coisas aos vossos filhos, quanto mais vosso Pai, que está nos céus, dará bens aos que lhe pedirem?

12  Portanto, tudo o que vós quereis que os homens vos façam, fazei-lhos também vós, porque esta é a lei e os profetas.

13  Entrai pela porta estreita, porque larga é a porta, e espaçoso o caminho que conduz à perdição, e muitos são os que entram por ela;

14  E porque estreita é a porta, e apertado, o caminho que leva à vida, e poucos há que a encontrem.

 

S. Lucas - Cap. 9 - Vers. 59 a 60  

 

59  E disse a outro: Segue-me. Mas ele respondeu: Senhor, deixa que primeiro eu vá enterrar meu pai.

60  Mas Jesus lhe observou: Deixa aos mortos o enterrar os seus mortos; porém tu, vai e anuncia o Reino de Deus.

 

 

Copyright © 2008, www.embuscadaverdade.com.br. All rights reserved.
Webmaster : J.E.S.