Em Busca da Verdade...
Capítulo 5

O Segundo Plano Cristão- O Messias - à partir de Jesus

(em 11 partes)

PARTE 1 - Jesus, o primeiro a ressuscitar dos mortos

Capítulos

0- Introdução

1-Antes da Criação do Mundo

2- Período da Criação

3-Classificação dos anjos em relação aos povos da Terra

4-O Primeiro plano cristão - de Adão a Jesus (Dividido em 10 partes) leia as partes abaixo:

4.1-Adão o profeta

4.2- Adão a Noé

4.3- Primeiro pacto: Deus e Noé

4.4- Segundo pacto: Deus e Abrão

4.5-Terceiro pacto: Deus e Moises

4.6- Quarto pacto: Deus e Davi

4.7- Meios de comunicação

4.8- Análise do Profeta Isaias

4.9- Análise do Profeta Jeremias

4.10- Analise do Profeta Zacarias

5-O Segundo Plano Cristão- O Messias - apartir de Jesus (em 11 partes)

5.1- Jesus, o primeiro a ressuscitar dos mortos

5.2- Significado especial da palavra Vida e Morte

5.3- Cada um é responsável por seus atos

5.4- Os deveres dos servos Cristãos

5.5-Advertência às Igrejas Cristãs

5.6- Advertência aos Cristãos, para com o mundo espiritual

5.7- Relacionamento dos dois Adãos

5.8- Melquisedeque uma simples figura de Cristo

5.9- Jesus dá o relacionamento da família comforme quer

5.10- Classificação dos espíritos através do nascimento

5.11 Predições da vinda de Cristo nos últimos tempos

6-Juizo Final

7- Fim do Planeta Terra

 

 

 JESUS PECOU?

Prezado leitor, mais uma vez gostaria de explicar ou resumir o que até então temos lido e entendido. Apesar de parecer redundante, explicando novamente a mesma história, quero salientar que é de supra importância a repetição deste enfoque bíblico, por se tratar de uma forma nova de entender a criação do nosso planeta e dar um sentido lógico à minha e à sua existência.

Podemos entender que até Jesus, as leis deveriam ser seguidas da mesma forma que foram transmitidas, ex: “Olho por olho, dente por dente.” “Quem comete pecado é escravo do pecado”. Estas regras estavam sendo seguidas desde Adão, que sendo o primeiro profeta, introduziu os conhecimentos de Deus aqui na Terra dos ímpios. Porém sem o conhecimento das Leis, que vieram por Moises.

Os profetas até então (antes de Moises), não tinham conseguido dominar o seu povo, ou fazer com que estes, permanecessem nos caminhos ensinados por eles. Isto é, adorar a um só Deus, não ir atrás de outros ídolos adorados por outros povos - que criavam para si vários deuses segundo os seus costumes, justificando-se em seus atos libertinos. No entanto, no inicio, com a vinda do profeta Adão, tomou-se conhecimento de um só Deus do Universo. Introduziu-se o conceito da família com a união de um homem e uma única mulher, conceito este que iniciou-se com Adão. Adorar um único Deus sem fazer imagens de adoração.

Partindo deste princípio a humanidade toma conhecimento das desobediências cometidas pelo primeiro profeta Adão e de sua companheira Eva. Esta, criada por Deus para lhe fazer companhia, auxiliar no seu ministério e dar continuidade através da sua descendência. Como comentamos anteriormente, Eva não permanece virgem para seu companheiro. No entanto Adão a aceita como esposa, e com isto veio a desobediência, pois transgrediu as ordens de Deus, tornando-se escravo do seu próprio erro. Adão morre para Deus em pecado, (que ainda não era considerado como Lei) mas pecou pela desobediência.  As leis vieram através de Moises para confirmar o que Ele (Deus), queria da humanidade. Leremos mais adiante uma explicação do Apóstolo Paulo sobre as leis e o pecado. Com as leis, Adão teria acesso a se redimir com Deus, pois era o escolhido, primogênito, sacerdote supremo, e através do domínio da sua própria vontade, haveria de vencer as tentações do mundo, resgatando assim sua alma.

Leremos alguns textos abaixo que fazem relação direta com Adão, Davi e Jesus. Um dos trechos fala que Jesus é o primeiro a ressuscitar dos mortos. Ele fala afirmativamente em “ressuscitar dos mortos em pecado”,  pois Jesus diz: “Eu venci o mundo”. Venceu todas as tentações possíveis que havia passado, como Adão pela desobediência   e  como Davi  pelo seu adultério e crime, sendo que com isso resgata  sua alma em  pecado.    Pois não seria de outra maneira, já que Ele, Jesus, não era o primeiro a ressuscitar de morte material. (vida terrena)  Ele mesmo  fez ressuscitar Lázaro e outros,  que seriam anteriores à Ele,  Jesus. Portanto, mais uma vez  podemos fazer uma relação direta entre Adão, Davi e Jesus; e sem medo de estarmos errando ao pensarmos desta maneira. Novamente afirmo que algumas instituições ocultaram esses fatos,  proibindo os fiéis  de ler a Bíblia,  manuseá-la e analisá-la!         

À partir daí, fomos justificados pelo seu sangue. A Sua morte material, Ele (Jesus) a deu por nós, abreviando assim o caminho para que, aqueles que cressem em Seu nome e seguissem os Seus passos, estariam então salvos e livres de seus pecados. Esta jornada foi longa, de Adão à Jesus.  Como diz Paulo em Aos Hebreus Cap. 1 vers. 6  “E, quando outra vez introduz no mundo o Primogênito, diz: E todos os anjos de Deus o adorem”. Paulo faz uma referência que não era a primeira vez que Deus colocava Jesus no mundo como homem., pois na penúltima vez, Ele (Jesus) veio como Davi, o Rei e Messias esperado pelo povo Judeu. Mas ainda não foi desta vez que Ele, Jesus, venceria o mundo, pois foi tentado e caiu na tentação. Por estas transgressões, a sua alma foi parar no hades, ou inferno; de onde vieram as suas súplicas pelo arrependimento de ter cometido tais ofensas. Deus não o abandona e novamente introduz o Seu Primogênito, o Seu Escolhido no mundo para que pudesse provar a sua fidelidade à Ele.

 

Considerando uma linha de pensamento baseado em um “Plano de Deus Para a Recuperação da humanidade”, e sendo ela constituída de uma legião de anjos caídos que vieram habitar a terra, podemos afirmar com certeza que Jesus Cristo, filho de Maria,- o qual consideramos ser o Messias,- “Não cometeu pecado, nem na sua boca se achou engano,”- assim afirma o apostolo, em I Pedro 2: 22. – Esta afirmação, é ponto pacifico! Por outro lado, temos que analisar o caminho percorrido por Ele – Jesus – para nos deixar o exemplo e para que sigamos Suas pisadas. Neste ponto chamo a atenção para um processo e um caminho percorrido por Ele – Jesus.   Caminho este vindo desde a formação da terra ou abismo, onde os profetas e apóstolos o intitulam como o Verbo. Após a formação da terra, fez parte integrante de sua recuperação e foi introduzido como homem, nascido de mulher - no seu primeiro seguimento como Adão o Profeta.    Nascido de mulher, porque seu espírito veio de Deus e foi introduzido na cidade do Éden, país de várias culturas, originárias do primeiro Adão - (no sentido coletivo- homens e mulheres de baixo grau e de alma vivente).  

Aí começa  Sua peregrinação para ensinar e evoluir a humanidade e resgatar as almas viventes, transformando-as em espírito vivificante. Ele próprio prevalesceu da morte para a vida. Leiamos alguns textos bíblicos.

 

  

I Pedro 3 :  17  a  21.

 

7  Porque melhor é que padeçais fazendo o bem (se a vontade de Deus assim o quer) do que fazendo o mal.

18  Porque também Cristo padeceu uma vez pelos pecados, o justo pelos injustos, para levar-nos a Deus; mortificado, na verdade, na carne, mas vivificado pelo Espírito,

19  No qual também foi e pregou aos espíritos em prisão,

Obs: Gostaria de chamar a atenção para os versículos acima...no versículo 18 diz que Cristo padeceu, ou seja, sofreu pelos pecados ( os pecados dele como Davi e também pelos pecados de muitos). Isto é tão verdade que depois que Davi morreu,  sua alma foi para o HADES (descrito em Atos 2:24 a 36) porém como ele era o escolhido, foi dado a ele mais uma chance, por isso no ver. 19 diz que ele foi e pregou aos espíritos que estavam em prisão.  Já com a alma de Davi no corpo de Jesus, o qual venceu todas as tentações no mundo. Ele com isto, não só ressurge para a posição mais elevada entre os anjos, como também abrevia o tempo de peregrinação daqueles que crêem em seu nome. Assim, resgata sua alma e se reconcilia com Deus. Ao mesmo tempo isenta àqueles que crêem em Seu nome, da necessidade de penitência, ou seja, não é necessário que alguém venha a reencarnar novamente, pois uma vez que Jesus pagou com a vida pelos pecados de muitos e se  também  O  aceitamos como Salvador e Senhor, morreremos uma vez só.(como diz Paulo ao Hebreus 9:25-28). Exemplo este que vimos na cruz com o ladrão arrependido, quando Jesus fala:”em verdade te digo que hoje estarás comigo no Paraíso” (Lucas 23 v. 43)   Iniciando-se assim o Julgamento por aqueles que crêem em Deus.

 

20 Os quais em outro tempo foram rebeldes, quando a longanimidade de Deus esperava nos dias de Noé, enquanto se preparava a arca; na qual poucas (isto é, oito) almas se salvaram pela água, -   ( considerados filhos de Deus.)

21 Que também, como uma verdadeira figura que agora vos salva pelo batismo, não tirando as imundícies da carne, mas justificando a consciência para com Deus, graças à  ressurreição de Jesus Cristo;

22  O qual está à destra de Deus, tendo subido ao céu, havendo-se-lhe sujeitado os anjos, e as autoridades, e as potências.

 

Obs:Ele está ao lado de Deus, não é Deus, e agora foi exaltado à Arcanjo, pois os Anjos lhe foram sujeitos, como também as Autoridades e as Potências.

 

I Pedro  4  : 1 a  3 e 6.

 

1 Ora, pois, que Cristo padeceu por nós na carne, armai-vos também vós com este pensamento: que aquele que padeceu na carne cessou do pecado,

 

---- Mais uma vez neste ver. Fica claro que Jesus pagou pelos seus pecados (cometidos como Davi) pois Pedro diz que Jesus, que padeceu na carne, pagou os seus pecados.   Hoje nós podemos, através do exemplo Dele, ser salvos, pois como diz abaixo no vers. 3, em tempos anteriores, mencionado à época de Noé, quando manda o dilúvio sobre a terra.  Creio que ele fala de todos nós que também estávamos participando daquele episodio em outras vidas passadas, vivíamos como  os gentios. Isto fica claro no texto anterior de Pedro 3 :  17  a  21, principalmente o vers.20 e 21 lido anteriormente) continuemos a ler I Pedro 4 agora no ver. 2.... que continua as suas explicações.

 

2  Para que, no tempo que vos resta na carne, não vivais mais segundo as concupiscências dos homens, mas segundo a vontade de Deus.

3  Porque é bastante que, no tempo passado da vida, fizéssemos a vontade dos gentios, andando em dissoluções, concupiscências, borracheiras, glutonarias, bebedices e abomináveis idolatrias;

      

Vocabulário –

Dicionário Aurélio:

Ressurreição =  Entre outras interpretações escolhemos a sexta, que melhor se adapta.   “Na doutrina cristã:  O surgir para uma nova e definitiva vida, distinta e, em certa medida, oposta à existência  terrestre, e que, à partir da ressurreição de Cristo, aguarda todos os fieis cristãos. “

 

Obs: Não podemos fazer confusão, com ressurgir dos mortos ( em carne e osso ).  Neste caso a referência é ressurgiu dos mortos em pecado para a vida eterna. Texto mencionado por seus apóstolos, logo após sua morte na cruz. E no terceiro dia; subiu ao céus onde ficou à direita de Deus Pai.    

 

 

Tudo o que  dissemos nesta explicação, o leitor poderá tirar as suas conclusões através dos textos que passaremos a analisar.

 

Vejamos  os textos:

 Hebreus - Cap. 1 - Vers. 6

 

6  E, quando outra vez introduz no mundo o Primogênito, diz: E todos os anjos de Deus o adorem.

 

AOS EFESIOS   =  4: 8,9,10,

 

8  Pelo que diz: Subindo ao alto, levou cativo o cativeiro e deu dons aos homens.

9  Ora, isto—ele subiu—que é, senão que também, antes, tinha descido às partes mais baixas da terra?

10  Aquele que desceu é também o mesmo que subiu acima de todos os céus, para cumprir todas as coisas.

 

 

 

Hebreus   =  5:  1  a  14.

                 

1  Porque todo sumo sacerdote, tomado dentre os homens, é constituído a favor dos homens nas coisas concernentes a Deus, para que ofereça dons e sacrifícios pelos pecados,

2  e possa compadecer-se ternamente dos ignorantes e errados, pois também ele mesmo está rodeado de fraqueza.

3  E, por esta causa, deve ele, tanto pelo povo como também por si mesmo, fazer oferta pelos pecados.

 

OBS: Quando o Autor de Hebreus diz no versículo 3 “por si mesmo”, retrata a sua situação como Davi, à beira do abismo.

 

4  E ninguém toma para si essa honra, senão o que é chamado por Deus, como Arão.

5  Assim, também Cristo não se glorificou a si mesmo, para se fazer sumo sacerdote, mas glorificou aquele que lhe disse: Tu és meu Filho, hoje te gerei.

6  Como também diz noutro lugar: Tu és sacerdote eternamente, segundo a ordem de Melquisedeque.

7  O qual, nos dias da sua carne, oferecendo, com grande clamor e lágrimas, orações e súplicas ao que o podia livrar da morte, foi ouvido quanto ao que temia.

8  Ainda que era Filho, aprendeu a obediência, por aquilo que padeceu.

9  E, sendo ele consumado, veio a ser a causa de eterna salvação para todos os que lhe obedecem,

10  chamado por Deus sumo sacerdote, segundo a ordem de Melquisedeque.

11  Do qual muito temos que dizer, de difícil interpretação, porquanto vos fizestes negligentes para ouvir.

 

Aos  Hebreus   9: 26, 27, 28.

 

26  Doutra maneira, necessário lhe fora padecer muitas vezes desde a fundação do mundo; mas, agora, na consumação dos séculos, uma vez se manifestou, para aniquilar o pecado pelo sacrifício de si mesmo.

 

----  ( Após a morte de Jesus ).

 

27  E, como aos homens está ordenado morrerem uma vez, vindo, depois disso, o juízo,

 

--- ( Após a redenção de Jesus na cruz.)

 

28  Assim também Cristo, oferecendo-se uma vez, para tirar os pecados de muitos, aparecerá segunda vez, sem pecado, aos que o esperam para a salvação.

 

---- Ora,  Paulo é meio confuso ao repetir muitas vezes as mesmas coisas, mas neste último versículo explica que pela segunda vez, ele é esperado como Messias. Sabemos que da primeira vez, como Davi, ele mesmo falhou, onde deveria ter resistido às tentações.

Vejamos mais à frente o que fala no capitulo seguinte:

 

Aos Hebreus 10:  9,= 12, 13, 14, 15, 16, 17, 18,  = 26, 27.

 

9  Então, disse: Eis aqui venho, para fazer, ó Deus, a tua vontade. Tira o primeiro, para estabelecer o segundo.

Obs: (Pois o primeiro havia falhado como Davi, por isso ele pede para tirar o primeiro e estabelecer o segundo.  Continuemos a ler)

 

12 Mas este, havendo oferecido um único sacrifício pelos pecados, está assentado para sempre à destra de Deus,

Obs:(Note que ele ofereceu  o seu corpo pelos pecados, pois precisava pagar o pecado  que havia cometido quando estava no primeiro estágio)

 

13  Daqui em diante esperando até que os seus inimigos sejam postos por escabelo de seus pés 

Obs:(note-se que essa mesma frase foi dita e prometida por Deus para Davi e Jesus, indicando serem ambos, a mesma pessoa.)

 

Vocabulário:   Oblação = Oferta feita a Deus. 

 

14 Porque, com uma só oblação, aperfeiçoou para sempre os que são santificados.

15  E também o Espírito Santo no-lo testifica, porque, depois de haver dito:

16  Este é o concerto que farei com eles depois daqueles dias, diz o Senhor: Porei as minhas leis em seu coração e as escreverei em seus entendimentos,( acrescenta: )

17 E jamais me lembrarei de seus pecados e de suas iniqüidades.

18  Ora, onde remissão destes, não mais oblação pelo pecado.

 

Obs:  Neste texto de Hebreus que acabamos de ler, entende-se que à partir do sacrifício feito por Jesus, as pessoas que crêem em Seu nome, seguem Seus passos e obedecem as Suas Leis, não precisarão oferecer mais sacrifícios nem terão que voltar novamente aqui na terra para pagar seus pecados. Pois o Senhor Deus diz no vers. 16, que se você crer e seguir Seus mandamentos e Suas Leis, Ele não se lembrará de seus pecados.    

 

Obs:( Aqui vem uma séria advertência aos que, depois de conhecerem a Palavra, pecarem novamente.  Não restará para este, esperança de salvação;  se tornará um inimigo e adversário de Deus. )

 

26 Porque, se pecarmos voluntariamente, depois de termos recebido o conhecimento da verdade, já não resta mais sacrifício pelos pecados,

27  Mas uma certa expectação horrível de juízo e ardor de fogo, que há de devorar os adversários.

 

Obs: Paulo explica que Jesus, como uma oblação, se deu a Si mesmo para remissão dos seus pecados. Vejamos os motivos que o levaram à isto:   Davi queixa-se da traição de seus inimigos e busca o socorro de Deus.

 

 

Salmos 41 :  4, 5, = 9.

 

4  Eu dizia: Senhor, tem piedade de mim; sara a minha alma, porque pequei contra ti.

5  Os meus inimigos falam mal de mim, dizendo: Quando morrerá ele, e perecerá o seu nome?

Obs:( Abaixo, Davi tem uma projeção estática do que ele, Davi, haveria de passar como Jesus)

9  Até o meu próprio amigo íntimo, em quem eu tanto confiava, que comia do meu pão, levantou contra mim o seu calcanhar .  Obs:( está falando de Judas Escariotes)

 

Obs: Em Atos, 1: 16, vemos a confirmação do que estava acontecendo com Jesus e o que estaria para acontecer para que os seus pecados, como Davi, fossem resgatados.   

  

Atos, 1: 15, 16.

 

15  E, naqueles dias, levantando-se Pedro no meio dos discípulos (ora a multidão junta era de quase cento e vinte pessoas), disse:

16  Varões irmãos, convinha que se cumprisse a Escritura que o Espírito Santo predisse pela boca de Davi, acerca de Judas, que foi o guia daqueles que prenderam a Jesus;

 

Leremos um trecho na continuação de Atos, onde Pedro falando à multidão, realça com  firmeza, que a alma de Davi não foi deixada no inferno pelas suas faltas mas, levantada à frente, nos seus descendentes, para cumprir-se o que ele, Deus, havia prometido à Davi.

Sei que é muito difícil para um cristão, que foi ensinado a vida inteira de uma maneira, se deparar com uma forma totalmente diferente do que aprendeu. No entanto não se escandalize com esta nova forma de pensar. Pois creio que é chegada a hora de várias revelações e que temos a obrigação como cristãos que somos, de colocar em discussão tais assuntos. 

 

Atos 2 :  19  a  36.

 

19  E farei aparecer prodígios em cima no céu e sinais em baixo na terra: sangue, fogo e vapor de fumaça.

20  O sol se converterá em trevas, e a lua, em sangue, antes de chegar o grande e glorioso Dia do Senhor;

21  E acontecerá que todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo.

22  Varões israelitas, escutai estas palavras: A Jesus Nazareno, varão aprovado por Deus, entre vós, com maravilhas, prodígios e sinais, que Deus por ele fez no meio de vós, como vós mesmos bem sabeis;

23  A este que vos foi entregue pelo determinado conselho e presciência de Deus, tomando-o vós, o crucificastes e matastes pelas mãos de injustos;

24 Ao qual Deus ressuscitou, soltas as ânsias da morte, pois não era possível que fosse retido por ela.

25 Porque dele disse Davi: Sempre via diante de mim o Senhor, porque está à minha direita, para que eu não seja comovido;

26  Por isso, se alegrou o meu coração, e a minha língua exultou; e ainda a minha carne há de repousar em esperança.

27 Pois não deixarás a minha alma no Hades, nem permitirás que o teu Santo veja a corrupção.

28  Fizeste-me conhecidos os caminhos da vida; com a tua face me encherás de júbilo.

29  Varões irmãos, seja-me lícito dizer-vos livremente acerca do patriarca Davi que ele morreu e foi sepultado, e entre nós está até hoje a sua sepultura.

30  Sendo, pois, ele profeta e sabendo que Deus lhe havia prometido com juramento que do fruto de seus lombos, segundo a carne, levantaria o Cristo, para o assentar sobre o seu trono,

31 Nesta previsão, disse da ressurreição de Cristo, que a sua alma não foi deixada no Hades, nem a sua carne viu a corrupção.

 

Obs: Neste texto temos a confirmação de que a mesma alma ou espírito de Davi é a mesma de Jesus, confirmando a Reencarnação, quando diz que “a alma de Davi não foi deixada no hades, e também não subiu ao céus, mas antes, veio como Jesus para que se cumprissem as escrituras, obedecendo todas as leis de Deus aqui na Terra. Vencendo o pecado ou as tentações que lhe foram impostas, vencendo o mundo subiu aos céus – e está assentado à direita do Pai – até que se ponha os inimigos por escabelos de seus pés

 

32 Deus ressuscitou a este Jesus, do que todos nós somos testemunhas.

33 De sorte que, exaltado pela destra de Deus e tendo recebido do Pai a promessa do Espírito Santo, derramou isto que vós agora vedes e ouvis.

34 Porque Davi não subiu aos céus, mas ele próprio diz: Disse o Senhor ao meu Senhor: Assenta-te à minha direita,

35 Até que ponha os teus inimigos por escabelo de teus pés.

36 Saiba, pois, com certeza, toda a casa de Israel que a esse Jesus, a quem vós crucificastes, Deus o fez Senhor e Cristo.

 

Romanos 5: 14.

 

14  No entanto, a morte reinou desde Adão até Moisés, até sobre aqueles que não pecaram à semelhança da transgressão de Adão, o qual é a figura daquele que havia de vir.

 

Obs:Mais uma vez vemos a referência de Jesus e Adão sendo a mesma pessoa.

 

Romanos  8: 32, 33, 34.

 

32  Aquele que nem mesmo a seu próprio Filho poupou, antes, o entregou por todos nós, como nos não dará também com ele todas as coisas?

33  Quem intentará acusação contra os escolhidos de Deus? É Deus quem os justifica.

34  Quem os condenará? Pois é Cristo quem morreu ou, antes, quem ressuscitou dentre os mortos, o qual está à direita de Deus, e também intercede por nós.

 

Obs: Muitos entendem este ver. 24 como sendo morte de cruz, porém, a morte aqui referida é morte em pecado, pois ele ressuscitou dos mortos em pecado, e a sua alma não foi deixada no hades, ou seja, inferno, como lemos anteriormente

 

Ezequiel  37:  12, 13, 14, 15 e  24, 25, 26, 

 

12 Portanto, profetiza e dize-lhes: Assim diz o Senhor JEOVÁ: Eis que eu abrirei as vossas sepulturas, e vos farei sair das vossas sepulturas, ó povo meu, e vos trarei à terra de Israel.

13  E sabereis que eu sou o SENHOR, quando eu abrir as vossas sepulturas e vos fizer sair das vossas sepulturas, ó povo meu.

14  E porei em vós o meu Espírito,

15  e vivereis, e vos porei na vossa terra, e sabereis que eu, o SENHOR, disse isso e o fiz, diz o Senhor.

.....

24  E meu servo Davi reinará sobre eles, e todos eles terão um pastor; e andarão nos meus juízos, e guardarão os meus estatutos, e os observarão.

 

 

Obs: Esta promessa que o Senhor Deus faz neste texto de  Ezequiel vamos encontrar em -  Zacarias cap. 9: 9 a 11 e cap.10: 6 a 9.  

 

 

25 E habitarão na terra que dei a meu servo Jacó, na qual habitaram vossos pais; e habitarão nela, eles, e seus filhos, e os filhos de seus filhos, para sempre; e Davi, meu servo, será seu príncipe eternamente.

26 E farei com eles um concerto de paz; e será um concerto perpétuo; e os estabelecerei, e os multiplicarei, e porei o meu santuário no meio deles para sempre.

27 E o meu tabernáculo estará com eles, e eu serei o seu Deus, e eles serão o meu povo.

28 E as nações saberão que eu sou o SENHOR que santifico a Israel, quando estiver o meu santuário no meio deles, para sempre.

 

Esta passagem está extremamente clara, com a referência à Davi = Jesus, o qual reina sobre nos, e é o nosso pastor, que nos fez um concerto de paz, o qual também é o nosso Príncipe da Paz,  e termina nos mostrando que quando ultrapassar os obstáculos criados pelos seus inimigos, estágio este atingido como Jesus na sua plenitude, se completa o que o texto abaixo diz:

 

Salmos 75: 2,

 

2  Quando eu ocupar o lugar determinado, julgarei retamente.

 

O que temos de conclusão destes textos lidos até aqui, é que Jesus foi o marco da história, o objetivo e a razão da criação do homem na terra. Através  das Leis, a obediência e redenção; e através  da desobediência, o pecado.  Mas Jesus, após  Sua ressurreição,  perdoa e limpa os pecados daqueles que creram em seu nome.  Isso, à partir do momento que haja o arrependimento. Temos o exemplo do ladrão na cruz ao lado de Jesus.( Lucas  23 : 42, 43) .

 

I Aos Corintios  15 : 19  a   26

 

19 Se esperamos em Cristo só nesta vida, somos os mais miseráveis de todos os homens.

 

Obs:Este texto esclarece que o ser humano não tem apenas uma vida terrena, mas vem desde o princípio, através do seu espírito de origem, na peregrinação através da Reencarnação até Cristo, que venceu a morte em pecado.

 

20  Mas, agora, Cristo ressuscitou dos mortos e foi feito às primícias dos que dormem.

21  Porque, assim como a morte veio por um homem, também a ressurreição dos mortos veio por um homem.

 

Obs:Paulo esclarece  que houve uma transgressão de Adão, nos ensinamentos de Deus, mas agora como Cristo (pois se trata do mesmo espírito), este supera a morte em pecado, se fazendo primícias, pois foi o primeiro que caiu (como Adão) e o primeiro que ressuscitou, Cristo Jesus, abrindo passagem a todos os que pecaram desde Adão....continuemos o texto:

 

22  Porque, assim como todos morrem em Adão, assim também todos serão vivificados em Cristo.

23  Mas cada um por sua ordem: Cristo, as primícias; depois, os que são de Cristo, na sua vinda.

24  Depois virá o fim, quando tiver entregado o reino a Deus, ao Pai, e quando houver aniquilado todo império e toda potestade e força.

25  Porque convém que reine até que haja posto a todos os inimigos debaixo de seus pés.

26  Ora, o último inimigo que há de ser aniquilado é a morte.

  

( Entende-se:  morte em pecado. )

 

Jesus explica sobre João Batista e Elias; sendo eles mesmos – ambos - um mesmo espírito. Vem à terra ,nasce de mulher, onde vem com outro corpo e outro nome. Desta vez como filho de Isabel, prima de Maria - mãe de Jesus. ( Lucas 1 : 36. )

 

Mateus  17 :  1  a  36.

 

1  Seis dias depois, tomou Jesus consigo a Pedro e a Tiago, e a João, seu irmão, e os conduziu em particular a um alto monte.

2  E transfigurou-se diante deles; e o seu rosto resplandeceu como o sol, e as suas vestes se tornaram brancas como a luz.

3  E eis que lhes apareceram Moisés e Elias, falando com ele.

4  E Pedro, tomando a palavra, disse a Jesus: Senhor, bom é estarmos aqui; se queres, façamos aqui três tabernáculos, um para ti, um para Moisés e um para Elias.

5  E, estando ele ainda a falar, eis que uma nuvem luminosa os cobriu. E da nuvem saiu uma voz que dizia: Este é o meu Filho amado, em quem me comprazo; escutai-o.

6  E os discípulos, ouvindo isso, caíram sobre seu rosto e tiveram grande medo.

7  E, aproximando-se Jesus, tocou-lhes e disse: Levantai-vos e não tenhais medo.

8  E, erguendo eles os olhos, ninguém viram, senão a Jesus.

9  E, descendo eles do monte, Jesus lhes ordenou, dizendo: A ninguém conteis a visão até que o Filho do Homem seja ressuscitado dos mortos.

10  E os seus discípulos o interrogaram, dizendo: Por que dizem, então, os escribas que é mister que Elias venha primeiro?

11  E Jesus, respondendo, disse-lhes: Em verdade Elias virá primeiro e restaurará todas as coisas.

12  Mas digo-vos que Elias já veio, e não o conheceram, mas fizeram-lhe tudo o que quiseram. Assim farão eles também padecer o Filho do Homem.

13  Então, entenderam os discípulos que lhes falara de João Batista.

   

 

Este mesmo texto está em S. Marcos  9:  11  a   13.

 

Leiamos o que Paulo nas primeira cartas Aos Corintios diz: Cristo morreu “em carne” por nossos pecados.

I Aos Corintios  Cap. 15  Vers.  1  a  10

 

1  Também vos notifico, irmãos, o evangelho que vos tenho anunciado, o qual também recebestes e no qual também permaneceis;

2  Pelo qual também sois salvos, se o retiverdes tal como vo-lo tenho anunciado, se não é que crestes em vão.

3  Porque primeiramente vos entreguei o que também recebi: que Cristo morreu por nossos pecados, segundo as Escrituras,

4  E que foi sepultado, e que ressuscitou ao terceiro dia, segundo as Escrituras,

5  e que foi visto por Cefas e depois pelos doze.

6  Depois, foi visto, uma vez, por mais de quinhentos irmãos, dos quais vive ainda a maior parte, mas alguns já dormem também.

7  Depois, foi visto por Tiago, depois, por todos os apóstolos

8  e, por derradeiro de todos, me apareceu também a mim, como a um abortivo.

9  Porque eu sou o menor dos apóstolos, que não sou digno de ser chamado apóstolo, pois que persegui a igreja de Deus.

10  Mas, pela graça de Deus, sou o que sou; e a sua graça para comigo não foi vã; antes, trabalhei muito mais do que todos eles; todavia, não eu, mas a graça de Deus, que está comigo.

 

Neste próximo texto,  leremos sobre a experiência de Paulo que o leva a se converter após a morte de Jesus na cruz.

Atos - Cap. 26 - Vers. 12 a 24 (importantes vers. 23 e 24 )

 

12  Sobre o que, indo, então, a Damasco, com poder e comissão dos principais dos sacerdotes,

13  Ao meio-dia, ó rei, vi no caminho uma luz do céu, que excedia o esplendor do sol, cuja claridade me envolveu a mim e aos que iam comigo.

14  E, caindo nós todos por terra, ouvi uma voz que me falava e, em língua hebraica, dizia: Saulo, Saulo, por que me persegues? Dura coisa te é recalcitrar contra os aguilhões.

15  E disse eu: Quem és, Senhor? E ele respondeu: Eu sou Jesus, a quem tu persegues.

16  Mas levanta-te e põe-te sobre teus pés, porque te apareci por isto, para te pôr por ministro e testemunha tanto das coisas que tens visto como daquelas pelas quais te aparecerei ainda;

17  Livrando-te deste povo e dos gentios, a quem agora te envio,

18  Para lhes abrires os olhos, e das trevas os converteres à luz, e do poder de Satanás a Deus: a fim de que recebam a remissão dos pecados, e sorte entre os santificados pela fé em mim.

19  Pelo que, ó rei Agripa, não fui desobediente à visão celestial.

20  Antes, anunciei primeiramente aos que estão em Damasco e em Jerusalém, e por toda a terra da Judéia, e aos gentios, que se emendassem e se convertessem a Deus, fazendo obras dignas de arrependimento.

21  Por causa disto, os judeus lançaram mão de mim no templo e procuraram matar-me.

22  Mas, alcançando socorro de Deus, ainda até ao dia de hoje permaneço, dando testemunho, tanto a pequenos como a grandes, não dizendo nada mais do que o que os profetas e Moisés disseram que devia acontecer,

23  Isto é, que o Cristo devia padecer e, sendo o primeiro da ressurreição dos mortos, devia anunciar a luz a este povo e aos gentios.

22  E, dizendo ele isto em sua defesa, disse Festo em alta voz: Estás louco, Paulo! As muitas letras te fazem delirar!

 

Neste texto abaixo, Jesus afirma que venceu o mundo

 

Ev.  S.  João - Cap. 16 vers. 33

 

33  Tenho-vos dito isso, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo; eu venci o mundo.

 

Jesus faz com que Lázaro viva novamente

Ev. S. João - Cap. 11 - Vers. 17  a  45

 

17  Chegando, pois, Jesus, achou que já havia quatro dias que estava na sepultura.

18  (Ora, Betânia distava de Jerusalém quase quinze estádios.)

19  E muitos dos judeus tinham ido consolar a Marta e a Maria, acerca de seu irmão.

20  Ouvindo, pois, Marta que Jesus vinha, saiu-lhe ao encontro; Maria, porém, ficou assentada em casa.

21  Disse, pois, Marta a Jesus: Senhor, se tu estivesses aqui, meu irmão não teria morrido.

22  Mas também, agora, sei que tudo quanto pedires a Deus, Deus to concederá.

23  Disse-lhe Jesus: Teu irmão há de ressuscitar.

24  Disse-lhe Marta: Eu sei que há de ressuscitar na ressurreição do último Dia.

25  Disse-lhe Jesus: Eu sou a ressurreição e a vida; quem crê em mim, ainda que esteja morto, viverá;

26  e todo aquele que vive e crê em mim nunca morrerá. Crês tu isso?

27  Disse-lhe ela: Sim, Senhor, creio que tu és o Cristo, o Filho de Deus, que havia de vir ao mundo.

28  E, dito isso, partiu e chamou em segredo a Maria, sua irmã, dizendo: O Mestre está aqui e chama-te.

29  Ela, ouvindo isso, levantou-se logo e foi ter com ele.

30  (Ainda Jesus não tinha chegado à aldeia, mas estava no lugar onde Marta o encontrara.)

31  Vendo, pois, os judeus que estavam com ela em casa e a consolavam que Maria apressadamente se levantara e saíra, seguiram-na, dizendo: Vai ao sepulcro para chorar ali.

32  Tendo, pois, Maria chegado aonde Jesus estava e vendo-o, lançou-se aos seus pés, dizendo-lhe: Senhor, se tu estivesses aqui, meu irmão não teria morrido.

33  Jesus, pois, quando a viu chorar e também chorando os judeus que com ela vinham, moveu-se muito em espírito e perturbou-se.

34  E disse: Onde o pusestes? Disseram-lhe: Senhor, vem e vê.

35  Jesus chorou.

36  Disseram, pois, os judeus: Vede como o amava.

37  E alguns deles disseram: Não podia ele, que abriu os olhos ao cego, fazer também com que este não morresse?

38  Jesus, pois, movendo-se outra vez muito em si mesmo, foi ao sepulcro; e era uma caverna e tinha uma pedra posta sobre ela.

39  Disse Jesus: Tirai a pedra. Marta, irmã do defunto, disse-lhe: Senhor, já cheira mal, porque é de quatro dias.

40  Disse-lhe Jesus: Não te hei dito que, se creres, verás a glória de Deus?

41  Tiraram, pois, a pedra. E Jesus, levantando os olhos para o céu, disse: Pai, graças te dou, por me haveres ouvido.

42  Eu bem sei que sempre me ouves, mas eu disse isso por causa da multidão que está ao redor, para que creiam que tu me enviaste.

43  E, tendo dito isso, clamou com grande voz: Lázaro, vem para fora.

44  E o defunto saiu, tendo as mãos e os pés ligados com faixas, e o seu rosto, envolto num lenço. Disse-lhes Jesus: Desligai-o e deixai-o ir.

45  Muitos, pois, dentre os judeus que tinham vindo a Maria e que tinham visto o que Jesus fizera creram nele.

 

Neste texto mais uma indicação de que Jesus está à direta de Deus.

Aos Efésios - Cap. 1 - Vers. 17 a 20

 

 

17  Para que o Deus de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai da glória, vos dê em seu conhecimento o espírito de sabedoria e de revelação;

18  Tendo iluminados os olhos do vosso entendimento, para que saibais qual seja a esperança da sua vocação e quais as riquezas da glória da sua herança nos santos;

19  E qual a sobreexcelente grandeza do seu poder sobre nós, os que cremos, segundo a operação da força do seu poder,

20  Que manifestou em Cristo, ressuscitando-o dos mortos e pondo-o à sua direita nos céus,

 

Este trecho bíblico que leremos é de suma importância: Sem o conhecimento das Leis Divinas não haveria pecado. Mas a partir do momento que se conhece a Lei, seremos julgados por ela. Também temos uma afirmação que somos inimigos (Anjo caídos que perderam a batalha nos céus e foram jogados na Terra) e outra afirmação de que Adão  é o mesmo Jesus que havia de vir ( ver.14)

Aos Romanos - Cap. 5 – Vers 8 a 14

8 Mas Deus prova o seu amor para conosco, em que Cristo morreu por nós, sendo nós   ainda pecadores.

9 Logo muito mais agora, sendo justificados pelo seu sangue, seremos por ele salvos da ira.

10 Porque se nós, sendo inimigos, fomos reconciliados com Deus pela morte de seu Filho, muito mais, estando já reconciliados, seremos salvos pela sua vida.

11  E não somente isto mas também nos gloriamos em Deus por nosso Senhor Jesus Cristo,   pelo qual agora alcançamos a reconciliação.

12 Pelo que, como por um homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado, a morte, assim também a morte passou a todos os homens, por isso que todos pecaram.

13  Porque até à lei estava o pecado no mundo, mas o pecado não é imputado não havendo lei.

14  No entanto, a morte reinou desde Adão até Moisés, até sobre aqueles que não pecaram à semelhança da transgressão de Adão, o qual é a figura daquele que havia de vir.

 

Nesta passagem bíblica, muitos teólogos não conseguem ver a profundidade da afirmação de Paulo, pois nesta passagem o Apóstolo diz que o nosso velho homem, ou seja, não importa se você veio aqui na Terra para se redimir de pecados cometidos em outras gerações ou vidas terrenas, o que importa é que: foi com ele crucificado. Jesus morreu por nossos pecados, - conscientes e não conscientes -  para que não mais sirvamos a este pecado ao qual estávamos atados. A igreja entende que o velho homem é o homem que não se converteu, os incrédulos, o que neste texto não é verdade.

Aos Romanos  - Cap. 6 - Vers. 5 a 13  (6)

 

5  Porque, se fomos plantados juntamente com ele na semelhança da sua morte, também o seremos na da sua ressurreição;

6  Sabendo isto: que o nosso velho homem foi com ele crucificado, para que o corpo do pecado seja desfeito, a fim de que não sirvamos mais ao pecado.

7  Porque aquele que está morto está justificado do pecado.

8  Ora, se morremos com Cristo, cremos que também com ele viveremos;

9  Sabendo que, havendo Cristo ressuscitado dos mortos, já não morre; a morte não mais terá domínio sobre ele.

10  Pois, quanto a ter morrido, de uma vez morreu para o pecado; mas, quanto a viver, vive para Deus.

11  Assim também vós considerai-vos como mortos para o pecado, mas vivos para Deus, em Cristo Jesus, nosso Senhor.

12  Não reine, portanto, o pecado em vosso corpo mortal, para lhe obedecerdes em suas concupiscências;

13  Nem tampouco apresenteis os vossos membros ao pecado por instrumentos de iniqüidade; mas apresentai-vos a Deus, como vivos dentre mortos, e os vossos membros a Deus, como instrumentos de justiça.

 

Mais uma vez gostaria de ressaltar ao leitor que no versículo 9 acima lido, não se trata de morte material ou terrena e sim de morte em pecado, pois Cristo ressuscitou dos mortos em pecado, por ter cometido pecado como Adão e também Davi, e quando Paulo ao explicar este versículo nos fala que Jesus já não morre, quer dizer que Jesus já venceu o mundo, pois o pecado, ou seja, a morte, não terá domínio sobre ele. No Versículo 13 Paulo nos diz que temos que nos apresentar  puros pois conhecemos a Palavra, como vivos (para Deus) dentre os mortos,(os  terrenos) porque todos os que não crêem em Jesus, e não seguem os seus mandamentos, estão mortos no pecado.

Aqui neste texto, Paulo diz que Eu e Você podemos alcançar a salvação, caso creiamos em Jesus. Pois o Apóstolo está falando sobre todos os povos da Terra ( os não judeus ).

Aos Romanos - Cap. 10 - Vers. 13 a 21

 

13  Porque todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo.

14  Como, pois, invocarão aquele em quem não creram? E como crerão naquele de quem não ouviram? E como ouvirão, se não há quem pregue?

15  E como pregarão, se não forem enviados? Como está escrito: Quão formosos os pés dos que anunciam a paz, dos que anunciam coisas boas!

16  Mas nem todos obedecem ao evangelho; pois Isaías diz: Senhor, quem creu na nossa pregação?

17  De sorte que a fé é pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Deus.

18  Mas digo: Porventura, não ouviram? Sim, por certo, pois por toda a terra saiu a voz deles, e as suas palavras até aos confins do mundo.

19  Mas digo: Porventura, Israel não o soube? Primeiramente, diz Moisés: Eu vos meterei em ciúmes com aqueles que não são povo, com gente insensata vos provocarei à ira.

20  E Isaías ousadamente diz: Fui achado pelos que me não buscavam, fui manifestado aos que por mim não perguntavam.

21  Mas contra Israel diz: Todo o dia estendi as minhas mãos a um povo rebelde e contradizente.

 

 

E esta passagem bíblica que leremos abaixo, nos traz muitas informações importantes, pois nos fala do Anti-Cristo, o qual o autor de Em busca da Verdade crê que já veio em nossos dias (apesar de muitos teólogos não concordarem) e este Anti-Cristo fez guerra ao povo Santo de Deus como aconteceu no Holocausto da Primeira e da Segunda Grande Guerra. Porém trataremos deste assunto em outra oportunidade. O que queremos que o leitor perceba nesta altura deste livro é que todo aquele que comete pecado é servo do pecado. (Jo 8:34)

Leiamos abaixo com especial atenção no Vers. 8 onde temos uma revelação que Jesus foi morto desde a fundação do mundo, pois a palavra morto como já vemos se refere a pecado e Adão pecou na fundação do mundo e no versículo 10 vem a confirmação de que quem comete pecado é escravo do pecado.

 

Apocalipse - Cap. 13 - Vers. 4 a 10 (8 e 10)

 

4  E adoraram o dragão que deu à besta o seu poder; e adoraram a besta, dizendo: Quem é semelhante à besta? Quem poderá batalhar contra ela?

5  E foi-lhe dada uma boca para proferir grandes coisas e blasfêmias; e deu-se-lhe poder para continuar por quarenta e dois meses.

6  E abriu a boca em blasfêmias contra Deus, para blasfemar do seu nome, e do seu tabernáculo, e dos que habitam no céu.

7  E foi-lhe permitido fazer guerra aos santos e vencê-los; e deu-se-lhe poder sobre toda tribo, e língua, e nação.

8  E adoraram-na todos os que habitam sobre a terra, esses cujos nomes não estão escritos no livro da vida do Cordeiro que foi morto desde a fundação do mundo.

Obs: Temos neste versículo uma afirmação sobre sobre o cordeiro que foi morto desde a fundação do mundo, referindo-se a Jesus: como cordeiro e relacionado com Adão na sua trangreção. Menciona também a separação das duas classes de anjos os que estão escritos no livro da vida e os que não estão escritos: Que leremos mais a frente no texto de Daniel.  

 

9  Se alguém tem ouvidos, ouça.

10  Se alguém leva em cativeiro, em cativeiro irá; se alguém matar à espada, necessário é que à espada seja morto. Aqui está a paciência e a fé dos santos.

 

Nos textos abaixo,  Deus fala com Davi das suas promessas e do seu plano, mas as Suas leis teriam que ser cumpridas à todo custo, onde através de Jesus, o plano se cumpriria.

Salmos - Cap. 2 - Vers. 5 a 8

 

5  Então, lhes falará na sua ira e no seu furor os confundirá.

6  Eu, porém, ungi o meu Rei sobre o meu santo monte Sião.

7  Recitarei o decreto: O SENHOR me disse: Tu és meu Filho; eu hoje te gerei.

8  Pede-me, e eu te darei as nações por herança e os confins da terra por tua possessão.

 

Salmos - Cap. 89 – Vers. 18 a 36 (20/27)

 

18  Porque o SENHOR é a nossa defesa, e o Santo de Israel, o nosso Rei.

19  Então, em visão falaste do teu santo e disseste: Socorri um que é esforçado; exaltei a um eleito do povo.

20  Achei a Davi, meu servo; com o meu santo óleo o ungi;

21  com ele, a minha mão ficará firme, e o meu braço o fortalecerá.

22  O inimigo não o importunará, nem o filho da perversidade o afligirá.

23  E eu derribarei os seus inimigos perante a sua face e ferirei os que o aborrecem.

24  E a minha fidelidade e a minha benignidade estarão com ele; e em meu nome será exaltado o seu poder.

25  E porei a sua mão no mar e a sua direita, nos rios.

 

Obs: Esta mesma afirmação do vers. acima 25, está em Daniel –12: 1,2-6,7; fazendo a ligação direta entre Miguel , Davi, e completa com a afirmação de Zacarias – 9: 9, a 11, especificando que este mesmo Rei e salvador virá montado sobre um jumento, especificando que se trata de Jesus. Primeiro vamos ler: 

 

 

Daniel – 12: 1,2. – 6,7.

 

 

1  E, naquele tempo, se levantará Miguel, o grande príncipe, que se levanta pelos filhos do teu povo, e haverá um tempo de angústia, qual nunca houve, desde que houve nação até àquele tempo; mas, naquele tempo, livrar-se-á o teu povo, todo aquele que se achar escrito no livro.

2  E muitos dos que dormem no pó da terra ressuscitarão, uns para a vida eterna e outros para vergonha e desprezo eterno.

 

6  E ele disse ao homem vestido de linho, que estava sobre as águas do rio: Que tempo haverá até ao fim das maravilhas?

7  E ouvi o homem vestido de linho, que estava sobre as águas do rio, quando levantou a sua mão direita e a sua mão esquerda ao céu e jurou, por aquele que vive eternamente, que depois de um tempo, de tempos e metade de um tempo, e quando tiverem acabado de destruir o poder do povo santo, todas essas coisas serão cumpridas.

 

Zacarias – 9: 9 a 11.

 

9 Alegra-te muito, ó filha de Sião; exulta, ó filha de Jerusalém: eis que o teu rei virá a ti, justo e salvador, pobre, e montado sobre um jumento, sobre um asninho, filho de jumenta.

10 E destruirei os carros de Efraím e os cavalos de Jerusalém e o arcode guerra será destruído; e ele anunciará paz às nações: e o seu domínio se estenderá de um mar a outro mar, e desde o rio até às extremidades da terra.

11 Ainda quanto a ti, por causa do sangue do teu concerto, tirei os teus presos da cova em que não havia água.     

 

 

Continuando com os Salmos 89:

 

26  Ele me invocará, dizendo: Tu és meu pai, meu Deus, e a rocha da minha salvação.

27  Também por isso lhe darei o lugar de primogênito; fá-lo-ei mais elevado do que os reis da terra.

28  A minha benignidade lhe guardarei para sempre, e o meu concerto lhe será firme.

29  E conservarei para sempre a sua descendência; e, o seu trono, como os dias do céu.

30  Se os seus filhos deixarem a minha lei e não andarem nos meus juízos,

31  se profanarem os meus preceitos e não guardarem os meus mandamentos,

32  então, visitarei com vara a sua transgressão, e a sua iniqüidade, com açoites.

33  Mas não retirarei totalmente dele a minha benignidade, nem faltarei à minha fidelidade.

34  Não quebrarei o meu concerto, não alterarei o que saiu dos meus lábios.

35  Uma vez jurei por minha santidade (não mentirei a Davi).

36  A sua descendência durará para sempre, e o seu trono será como o sol perante mim;

 

Salmos 75: 2,

 

2  Quando eu ocupar o lugar determinado, julgarei retamente.

 

Isaias -  42: 1,2,3,

1  Eis aqui o meu servo, a quem sustenho, o meu eleito, em quem se apraz a minha alma; pus o meu espírito sobre ele; ele trará justiça aos gentios.
2  Não clamará, não se exaltará, nem fará ouvir a sua voz na praça.
3  A cana trilhada não quebrará, nem apagará o pavio que fumega; em verdade produzirá juízo.

Sabemos que Jesus era da descendência de Davi pela genealogia, como Adão também.   Isto porque eles teriam que sair da linhagem do primeiro Profeta, para dar continuidade à sua missão, como o Primogênito que esteve no princípio e estaria no fim. Portanto dentro de uma mesma genética, reencarnando na mesma família  de sua linhagem, o que seria lógico.  Gostaria que o leitor prestasse atenção nos seguintes versículos que são chaves: 14, 15 e 16, a seguir:

 

II Samuel - Cap. 7 - Vers. 8 a 17 (14) 

 

8  Agora, pois, assim dirás ao meu servo, a Davi: Assim diz o SENHOR dos Exércitos: Eu te tomei da malhada, de detrás das ovelhas, para que fosses o chefe sobre o meu povo, sobre Israel.

9  E fui contigo, por onde quer que foste, e destruí teus inimigos diante de ti, e fiz para ti um grande nome, como o nome dos grandes que na terra.

10  E preparei lugar para o meu povo, para Israel, e o plantarei, para que habite no seu lugar e não mais seja movido, e nunca mais os filhos da perversidade o aflijam como dantes,

11  Desde o dia em que mandei que houvesse juízes sobre o meu povo Israel. A ti, porém, te dei descanso de todos os teus inimigos; também o SENHOR te faz saber que o SENHOR te fará casa.

12  Quando teus dias forem completos, e vieres a dormir com teus pais, - ( A palavra dormir aqui, tem o sentido da morte  física.) -    então, farei levantar depois de ti a tua semente, que procederá de ti, e estabelecerei o seu reino.

13  Este edificará uma casa ao meu nome, e confirmarei o trono do seu reino para sempre.

14  Eu lhe serei por pai, e ele me será por filho; e, se vier a transgredir, castigá-lo-ei com vara de homens e com açoites de filhos de homens.

15  Mas a minha benignidade se não apartará dele, como a tirei de Saul, a quem tirei de diante de ti.

16  Porém a tua casa e o teu reino serão firmados para sempre diante de ti; teu trono será firme para sempre.

17  Conforme todas estas palavras e conforme toda esta visão, assim falou Natã a Davi.

 

O profeta Jeremias nos faz mais uma revelação dizendo que  Deus renovará Davi, fazendo-o novamente Rei, que praticará o juízo e a justiça da Terra (em Jesus).

Jeremias - Cap. 23 - Vers. 5 a 8 (5)

 

5  Eis que vêm dias, diz o SENHOR, em que levantarei a Davi um Renovo justo; sendo rei, reinará, e prosperará, e praticará o juízo e a justiça na terra.

6  Nos seus dias, Judá será salvo, e Israel habitará seguro; e este será o nome com que o nomearão: O SENHOR, Justiça Nossa.

7  Portanto, eis que vêm dias, diz o SENHOR, em que nunca mais dirão: Vive o SENHOR, que fez subir os filhos de Israel da terra do Egito,

8  Mas: Vive o SENHOR que fez subir e que trouxe a geração da casa de Israel da terra do Norte e de todas as terras para onde os tinha arrojado. E habitarão na sua terra.

 

Nesta passagem do profeta Daniel, temos umas das mais surpreendentes revelações bíblicas até agora ignoradas pelos teólogos. Daniel, nos revela que o Arcanjo Miguel é na verdade o Verbo, a Sabedoria, pois é o príncipe do povo da Terra, e que através dele, aqueles que dormem no pó da terra ressuscitarão. O profeta também faz uma menção sobre o final do mundo, um tempo, dois tempos e metade de um tempo (2500 anos considerando 1 dia para Deus = 1000 anos para os homens) depois de Jesus.

Daniel - Cap. 12  - Vers. 1 a 3  (1)

 

1  E, naquele tempo, se levantará Miguel, o grande príncipe, que se levanta pelos filhos do teu povo, e haverá um tempo de angústia, qual nunca houve, desde que houve nação até àquele tempo; mas, naquele tempo, livrar-se-á o teu povo, todo aquele que se achar escrito no livro.

2  E muitos dos que dormem no pó da terra ressuscitarão, uns para a vida eterna e outros para vergonha e desprezo eterno.

3  Os sábios, pois, resplandecerão como o resplendor do firmamento; e os que a muitos ensinam a justiça refulgirão como as estrelas, sempre e eternamente.

 

Leremos a seguir uma frase que nos últimos momentos de angustia de Jesus, Ele pronunciou estas mesmas palavras ditas por Davi.

 Salmos - Cap. 22 - Vers. 1 a 2  e  16 a 19 

1 Deus meu, Deus meu, por que me desamparaste? Por que te alongas das palavras do meu bramido, e não me auxilias?

2 Deus meu, eu clamo de dia, e tu não me ouves; de noite, e não tenho sossego. 

 

Outra frase que Davi profere, pois está vendo o que acontecerá com ele

Salmos - Cap. 22 - Vers. 16 a 19

 

16 Pois me rodeiam cães: o ajuntamento de malfeitores me cercou, transpassaram-me as mão e pés.

17 Poderia contar todos os meus ossos: eles vêem e me contemplam.

18 Repartem entre si os meus vestidos, e lançam sorte sobre a minha túnica,

19 Mas tu, Senhor, não te alongues de mim; fôrça minha, apressa-te em socorrer-me.

 

Jesus reafirma a sua posição como único mediador entre Deus e os Homens.

Ev.  São  João - Cap. 14 - Vers. 1 a 6  

 

1  Não se turbe o vosso coração; credes em Deus, crede também em mim.

2  Na casa de meu Pai há muitas moradas; se não fosse assim, eu vo-lo teria dito, pois vou preparar-vos lugar.

3  E, se eu for e vos preparar lugar, virei outra vez e vos levarei para mim mesmo, para que, onde eu estiver, estejais vós também.

4  Mesmo vós sabeis para onde vou e conheceis o caminho.

5  Disse-lhe Tomé: Senhor, nós não sabemos para onde vais e como podemos saber o caminho?

6  Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida. Ninguém vem ao Pai senão por mim.

 

O Apóstolo João retrata Jesus nos afirmando que ele veio ( No princípio como Adão) e que ele falou para nos dar o conhecimento do pecado (pois foi o primeiro profeta) Porém agora como Jesus nós não temos desculpas do nosso pecado, pois ele venceu o mesmo pecado, nos deixando o seu exemplo.

Ev. São João - Cap. 15 - Vers. 22

 

22  Se eu não viera, nem lhes houvera falado, não teriam pecado, mas, agora, não têm desculpa do seu pecado.

 

Gênesis - Cap. 4 - Vers. 7

 

7  Se bem fizeres, não haverá aceitação para ti? E, se não fizeres bem, o pecado jaz à porta, e para ti será o seu desejo, e sobre ele dominarás.

 

Leremos abaixo um dos mais claros capítulos escritos por Paulo, ao nos revelar várias coisas:

Ø  Cristo ressuscitou dos mortos em pecado (14 e 15) pois tinha pecado como Adão e Davi.

Ø  Fazendo parte disto desde o princípio, Paulo afirma que se esperarmos em Cristo somente nesta vida somos miseráveis (19). Afirmando claramente que todos tivemos outras vidas.

Ø  Da mesma forma que Adão entrou em pecado, todos nós já viemos com pecado de origem e também tivemos os pecados naturais  de Adão pelo conhecimento das leis. (56)

Ø  Afirma que Adão é Jesus (21, 22 e 45)

Ø  Todos nós seremos transformados (52)

 

I Aos Corintios - Cap. 15 - Vers. 14 a 58

 

14  E, se Cristo não ressuscitou, logo é vã a nossa pregação, e também é vã a vossa fé.

15  E assim somos também considerados como falsas testemunhas de Deus, pois testificamos de Deus, que ressuscitou a Cristo, ao qual, porém, não ressuscitou, se, na verdade, os mortos não ressuscitam.

16  Porque, se os mortos não ressuscitam, também Cristo não ressuscitou.

17  E, se Cristo não ressuscitou, é vã a vossa fé, e ainda permaneceis nos vossos pecados.

18  E também os que dormiram em Cristo estão perdidos.

19  Se esperamos em Cristo só nesta vida, somos os mais miseráveis de todos os homens.

20  Mas, agora, Cristo ressuscitou dos mortos e foi feito as primícias dos que dormem.

21  Porque, assim como a morte veio por um homem, também a ressurreição dos mortos veio por um homem.

22  Porque, assim como todos morrem em Adão, assim também todos serão vivificados em Cristo.

23  Mas cada um por sua ordem: Cristo, as primícias; depois, os que são de Cristo, na sua vinda.

24  Depois, virá o fim, quando tiver entregado o Reino a Deus, ao Pai, e quando houver aniquilado todo império e toda potestade e força.

25  Porque convém que reine até que haja posto a todos os inimigos debaixo de seus pés.

26  Ora, o último inimigo que há de ser aniquilado é a morte.

27  Porque todas as coisas sujeitou debaixo de seus pés. Mas, quando diz que todas as coisas lhe estão sujeitas, claro está que se excetua aquele que sujeitou todas as coisas.

28  E, quando todas as coisas lhe estiverem sujeitas, então, também o mesmo Filho se sujeitará àquele que todas as coisas lhe sujeitou, para que Deus seja tudo em todos.

29  Doutra maneira, que farão os que se batizam pelos mortos, se absolutamente os mortos não ressuscitam? Por que se batizam eles, então, pelos mortos?

30  Por que estamos nós também a toda hora em perigo?

31  Eu protesto que cada dia morro gloriando-me em vós, irmãos, por Cristo Jesus, nosso Senhor.

32  Se, como homem, combati em Éfeso contra as bestas, que me aproveita isso, se os mortos não ressuscitam? Comamos e bebamos, que amanhã morreremos.

33  Não vos enganeis: as más conversações corrompem os bons costumes.

34  Vigiai justamente e não pequeis; porque alguns ainda não têm o conhecimento de Deus; digo-o para vergonha vossa.

35  Mas alguém dirá: Como ressuscitarão os mortos? E com que corpo virão?

36  Insensato! O que tu semeias não é vivificado, se primeiro não morrer.

37  E, quando semeias, não semeias o corpo que há de nascer, mas o simples grão, como de trigo ou doutra qualquer semente.

38  Mas Deus dá-lhe o corpo como quer e a cada semente, o seu próprio corpo.

39  Nem toda carne é uma mesma carne; mas uma é a carne dos homens, e outra, a carne dos animais, e outra, a dos peixes, e outra, a das aves.

40  E corpos celestes e corpos terrestres, mas uma é a glória dos celestes, e outra, a dos terrestres.

41  Uma é a glória do sol, e outra, a glória da lua, e outra, a glória das estrelas; porque uma estrela difere em glória de outra estrela.

42  Assim também a ressurreição dos mortos. Semeia-se o corpo em corrupção, ressuscitará em incorrupção.

 

Obs:  Para podermos entender melhor o que Paulo está explicando neste capitulo, vamos fazer alguns lembretes que se relacionam com o texto.  Interrompemos no versículo 42 para depois continuarmos em seqüência.

     Jesus teve uma trajetória percorrida desde o princípio, e rebaixado da condição de Anjo, ( Anjo Miguel = Daniel 12: 1, ) à ser humano; introduzido na humanidade como Adão o profeta ; ( Hebreus 2: 7, 8, =

 

7  Tu o fizeste um pouco menor do que os anjos, de glória e de honra o coroaste e o constituíste sobre as obras de tuas mãos.

4             8  Todas as coisas lhe sujeitaste debaixo dos pés. Ora, visto que lhe sujeitou todas as coisas, nada deixou que lhe não esteja    (sujeito) .

 

     Agora como Adão,  está com todos os sentimentos restritos do ser humano, para ser testado e provado por seu opositor; ao mesmo tempo, provar que seria possível vencer as tentações e trilhar um caminho de volta para a vida no Universo, na obediência das Regras e Leis impostas por Deus. Apesar da ampla liberdade de escolha, há o livre arbítrio - com condições impostas para aqueles que lutaram e pecaram na batalha de origem nos céus, contra Miguel e seus Anjos. ( Apocalipse 12: 7 a 10 =

 

    

7  E houve batalha no céu: Miguel e os seus anjos batalhavam contra o dragão; e batalhavam o dragão e os seus anjos,

8  Mas não prevaleceram; nem mais o seu lugar se achou nos céus.

9  E foi precipitado o grande dragão, a antiga serpente, chamada o diabo e Satanás, que engana todo o mundo; ele foi precipitado na terra, e os seus anjos foram lançados com ele.

10  E ouvi uma grande voz no céu, que dizia: Agora chegada está a salvação, e a força, e o reinodo vosso Deus, e o poder do seu Cristo; porque já o acusador de nossos irmãos é derribado, o qual diante do nosso Deus os acusava de dia e de noite.   

    

    Obs: Nesta segunda batalha, Miguel se põe em condições vulneráveis para mostrar à humanidade que seria possível vencer a morte em pecado, e mostrar o caminho àqueles  que seguirem seus passos, para que pudessem vencer a morte em pecado.

 

  Apocalipse  =  1 :  17, 18,

 

17  E eu, quando o vi, caí a seus pés como morto; e ele pôs sobre mim a sua destra, dizendo-me: Não temas; eu sou o Primeiro e o Último

18  E o que vive; fui morto, mas eis aqui estou vivo para todo o sempre. Amém! E tenho as chaves da morte e do inferno.

 

Por tudo o que passou e saindo vitorioso, Jesus  pode perdoar os pecados daqueles a quem achar conveniente, para que possam  entrar no reino eterno com Ele próprio, no final dos tempos. 

       

Apocalipse  = 3 : 5.

 

5  O que vencer será vestido de vestes brancas, e de maneira nenhuma riscarei o seu nome do livro da vida; e confessarei o seu nome diante de meu Pai e diante dos seus anjos.

 

Apocalipse  =  7 :  9 a 17

 

9  Depois destas coisas, olhei, e eis aqui uma multidão, a qual ninguém podia contar, de todas as nações, e tribos, e povos, e línguas, que estavam diante do trono e perante o Cordeiro, trajando vestes brancas e com palmas nas suas mãos;

10  E clamavam com grande voz, dizendo: Salvação ao nosso Deus, que está assentado no trono, e ao Cordeiro.

11  E todos os anjos estavam ao redor do trono, e dos anciãos, e dos quatro animais; e prostraram-se diante do trono sobre seu rosto e adoraram a Deus,

12  dizendo: Amém! Louvor, e glória, e sabedoria, e ações de graças, e honra, e poder, e força ao nosso Deus, para todo o sempre. Amém!

13  E um dos anciãos me falou, dizendo: Estes que estão vestidos de vestes brancas, quem são e de onde vieram?

14  E eu disse-lhe: Senhor, tu sabes. E ele disse-me: Estes são os que vieram de grande tribulação, lavaram as suas vestes e as branquearam no sangue do Cordeiro.

15  Por isso estão diante do trono de Deus e o servem de dia e de noite no seu templo; e aquele que está assentado sobre o trono os cobrirá com a sua sombra.

16  Nunca mais terão fome, nunca mais terão sede; nem sol nem calma (significado da palavra calma: grande calor atmosférico)  alguma cairá sobre eles,

17  Porque o Cordeiro que está no meio do trono os apascentará e lhes servirá de guia para as fontes das águas da vida; e Deus limpará de seus olhos toda lágrima.

 

   

 

OBS: Vamos continuar com o texto de Paulo Aos Corintios cap. 15:

 

 

43  Semeia-se em ignomínia, ressuscitará em glória. Semeia-se em fraqueza, ressuscitará com vigor.

44  Semeia-se corpo animal, ressuscitará corpo espiritual. Se há corpo animal, há também corpo espiritual.

45  Assim está também escrito: O primeiro homem, Adão, foi feito em alma vivente; o último Adão, em espírito vivificante.

46  Mas não é primeiro o espiritual, senão o animal; depois, o espiritual.

47  O primeiro homem, da terra, é terreno; o segundo homem, o Senhor, é do céu.

48  Qual o terreno, tais são também os terrenos; e, qual o celestial, tais também os celestiais.

49  E, assim como trouxemos a imagem do terreno, assim traremos também a imagem do celestial.

50  E, agora, digo isto, irmãos: que carne e sangue não podem herdar o Reino de Deus, nem a corrupção herda a incorrupção .

51  Eis aqui vos digo um mistério: Na verdade, nem todos dormiremos, mas todos seremos transformados,

52  num momento, num abrir e fechar de olhos, ante a última trombeta; porque a trombeta soará, e os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados.

53  Porque convém que isto que é corruptível se revista da incorruptibilidade e que isto que é mortal se revista da imortalidade.

54  E, quando isto que é corruptível se revestir da incorruptibilidade, e isto que é mortal se revestir da imortalidade, então, cumprir-se-á a palavra que está escrita: Tragada foi a morte na vitória.

55  Onde está, ó morte, o teu aguilhão? Onde está, ó inferno, a tua vitória?

56  Ora, o aguilhão da morte é o pecado, e a força do pecado é a lei.

57  Mas graças a Deus, que nos dá a vitória por nosso Senhor Jesus Cristo.

58  Portanto, meus amados irmãos, sede firmes e constantes, sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que o vosso trabalho não é vão no Senhor.

 

Aos Hebreus  - 6:  4  a  8

 

4  Porque é impossível que os que uma vez foram iluminados, e provaram o dom celestial, e se fizeram participantes do Espírito Santo,

5  E provaram a boa palavra de Deus e as virtudes do século futuro,

6  E recaíram sejam outra vez renovados para arrependimento; pois assim, quanto a eles, de novo crucificam o Filho de Deus e o expõem ao vitupério.

7  Porque a terra que embebe a chuva que muitas vezes cai sobre ela e produz erva proveitosa para aqueles por quem é lavrada recebe a bênção de Deus;

8  Mas a que produz espinhos e abrolhos é reprovada e perto está da maldição; o seu fim é ser queimada.

 

Daniel – 12: 4 a 13.

 

 

4 E tu, Daniel, fecha estas palavras e sela este livro, até ao fim do tempo; muitos correrão de uma parte para outra, e a ciência se multiplicará.

5 E eu, Daniel, olhei, e eis que estavam outros dois, um desta banda, à beira do rio, e o outro da outra banda, à beira do rio.

6 E ele disse ao homem vestido de linho, que estava sobre as águas do rio: Que tempo haverá até ao fim das maravilhas?

7 E ouvi o homem vestido de linho, que estava sobre as águas do rio, quando levantou a sua mão direita, e a sua mão esquerda ao céu, e jurou por aquele que vive eternamente que depois de um tempo, de tempos e metade de um tempo, e quando tiverem acabado de destruir o poder do povo santo, todas estas coisas serão cumpridas.

8 Eu, pois, ouvi, mas não entendi; por isso eu disse: Senhor meu, qual será o fim destas coisas?

9 E ele disse: Vai, Daniel, porque estas palavras estão fechadas e seladas até ao tempo do fim.

10 Muitos serão purificados, e embranquecidos, e provados; mas os ímpios procederão impiamente, e nenhum dos ímpios entenderá, mas os sábios entenderão.

11 E desde o tempo em que o contínuo sacrifício for tirado, e posta a abominação desoladora, haverá mil duzentos e noventa dias.

12 Bem-aventurado o que espera e chega até mil trezentos e trinta e cinco dias.

13 Tu, porém, vai até ao fim; porque repousarás, e estarás na tua sorte, no fim dos dias.


Apocalipse - Cap. 10  - Vers. 4 a 11

 

4 Quando os sete trovões falaram, eu ia escrever, mas ouvi uma voz do céu que me dizia: “Guarda em segredo o que falaram os sete trovões e não escrevas”. 5 Então o anjo, que tinha visto de pé sobre o mar e a terra,  levantou a mão direita para o céu,

6 E jurou por aquele que vive pelos séculos dos séculos,   que criou o céu e tudo o que nele há, a terra e tudo o que nela há, o mar e tudo o que nele há: “Já não haverá tempo (*),

*(Comentário:  À partir do momento que a humanidade - através da ciência - descobrir o segredo da vida, coisa que hoje já está em andamento, inicia-se então a sétima trombeta, não haverá então tempo para se fazer mais penitência ou reencarnação.)

 7 Mas nos dias da voz do sétimo anjo, quando tocar a trombeta, o mistério de Deus se cumprirá, assim como anunciou a seus servos, os profetas”.

8 A voz, que ouvira do céu, falou de novo e me disse: “Vai pegar o livrinho aberto da mão do anjo que está sobre o mar e a terra”. 9 Dirigi-me para o anjo, pedindo que me desse o livrinho. Ele me respondeu: “Toma e come. Amargará teu ventre mas em tua boca será doce como mel”. 10 Peguei o livrinho da mão do anjo e me pus a comê-lo. Em minha boca era doce como mel mas, depois de comer, senti amargas minhas entranhas. 11 Disseram-me, então: “É preciso que profetizes de novo a muitos povos, nações, línguas e reis”.

 

Em tempo:

Para melhor conclusão do capítulo, colocarei ao final deste comentário,o resultado de uma pesquisa feita pelo meu filho, Pastor José Eduardo Sylvestre, que colaborou muito para que este trabalho fosse realizado, e juntos concluímos a primeira revisão feita por computador deste livro;  após este trabalho e depois de ter sido posto a avaliação e debate por pessoas leigas, pastores, professores, teólogos renomados de diferentes dogmas cristãos – o livro em questão, pudemos fazer uma avaliação de opiniões à respeito de tantas divisões que as religiões tiveram através da sua história.

A essência maior do Cristianismo Moderno, deveria ser muito mais baseado no Judaísmo, do que nas tradições dogmáticas criadas a partir do primeiro século cristão. Pois existe uma base sólida Bíblica através de relatos dos profetas que vieram para esclarecer o verdadeiro propósito da vida, que foram totalmente ignorados, desviando-se do propósito de Deus para os seus seguidores.

 

Estes cristãos quiseram de certa forma se desgarrar do Judaísmo, criando uma teologia própria, baseada praticamente no novo testamento, coisa que hoje podemos afirmar, teve pouco efeito, pois procuram justificar as suas teologias muitas vezes em cima de alterações das traduções bíblicas atuais justificando-se com frases do tipo: São os ¨Mistérios do Senhor¨; sem levar em conta a tradição do povo escolhido por Deus, desviando-se das mensagens originais dos profetas e apóstolos, uma vez que não conectam o antigo e o novo testamento como deveriam fazê-lo.

 

As religiões tradicionais, se fecharam através de leis dogmáticas trazendo grande prejuízo aos seus seguidores, que levou-os a diversas reformas e divisões. Criou-se com isso, uma mistificação de vários assuntos polêmicos, citarei aqui apenas um destes exemplos: o da palavra ¨reencarnação¨. Isso talvez se deu em função da perseguição exercida aos cristãos pela inquisição, que resultou na caça às bruxas. Estabeleceu-se um tabu entre os cristãos e os chamados espíritas e suas versões ao redor deste vocábulo – reencarnação - tentando anular qualquer ligação bíblica a ele.

 

Quero deixar claro para as religiões: católica romana, evangélicas em geral ou mesmo espíritas, que  este autor não quer tirar a razão de umas e aplicá-la às outras, pelo contrário, o objetivo deste, é que se busque a realidade bíblica, a verdade, sem demagogia ou fanatismo, procurando buscar sim, as tradições judaicas, pois os judeus são os escolhidos, e nós somos parte da promessa dada a eles. O alvo é que cada um possa buscar a sua própria razão de ser, baseando-se em fatos bíblicos. Gostaria também que as religiões mais radicais tirassem proveito deste livro para repensarem seus dogmas e conceitos.

 

Para simplificar o que o autor está querendo afirmar neste capítulo, vamos dar como exemplo algumas autoridades judaicas que externaram as suas opiniões baseadas no tradicionalismo judaico em relação ao mesmo exemplo anterior, a reencarnação:

 

Nechuniah bem Hakanah: O Bahir, atribuído ao entendimento  do primeiro século(judaico), usou a reencarnação para proclamar a clássica questão da theodicy – por que coisas ruins acontecem a pessoas boas e vice-versa.

 

A reencarnação é citada por comentaristas clássicos bíblicos Judeus como Rambam (Nachmanides), Menachen Recanti e Rabbenu Bachya. Através de vários volumes do sagrado Rabbi Yitzchak Luria, sendo um deles o Etz Chain (Arvore da Vida), como também Shmoneh Shaarim (Oito Portões) que lida com temas como comentário bíblico, inspiração divina e reencarnação. Outro famoso é  Rabbi Shain Vital que explica bastante em seus livros sobre a Reencarnação.

 

Yaakov Astor é rabino e é escritor de mais de 20 livros, possui vários artigos publicados em  The Jewish Observer e tem uma coluna permanente no Aish.com que é o maior portal judeu da Internet, é dele os dois parágrafos acima. Na coluna dele chamada de “Reencarnação e a Tradição Judaica”  ele diz:

 

“O fato da reencarnação fazer parte da tradição judaica, vem a surpreender muitas pessoas........

 

......Mesmo algumas das grandes autoridades judaicas que não são necessariamente conhecidas por serem místicas, assumem a reencarnação sendo um princípio básico do judaísmo.”

Yaakov Astor

 

No entanto este autor precisa esclarecer que nunca leu nenhum destes escritores acima citados. Por coincidência divina,  este artigo foi dado (após ter completado a primeira revisão deste livro) pelo seu filho, depois que este fez uma pesquisa simples na Internet sob o título: tradições judaicas. Por ser a palavra Reencarnação sempre conectada com espiritismo, gostaríamos de desmistificá-la, por achar que este termo não deveria afrontar os evangélicos, uma vez que se trata não só da história relatada pelo povo judeu escolhido por Deus, como faz parte de suas tradições, resolvemos por bem mencionar este achado, pois vêm de encontro com as conclusões que chegamos através da Bíblia, sem nunca ter lido nenhum outro livro, seja ele desta ou daquela religião ou tendência religiosa.

 

 

 

 

Copyright © 2008, www.embuscadaverdade.com.br. All rights reserved.
Webmaster : J.E.S.