Em Busca da Verdade...
Capítulo 4

O Primeiro plano cristão - de Adão a Jesus (em 10 partes)


PARTE 1
1º PLANO CRISTÃO
Adão o Profeta - O novo Adão

Capítulos

4-O Primeiro plano cristão - de Adão a Jesus (Dividido em 10 partes) leia as partes abaixo:

5-O Segundo Plano Cristão- O Messias - apartir de Jesus (em 11 partes)

 

 

Ao iniciarmos a leitura do livro de Gênesis, veremos que logo no capítulo 1 versículos de 24 a 28, em síntese Deus cria em formas de animais, gados, répteis e bestas feras da Terra de alma vivente, conforme a sua espécie. E disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem e à nossa semelhança; e criou Deus o homem. Macho e fêmea os criou. Deus os abençoou e disse: frutificai e multiplicai-vos e enchei a Terra e sujeitai-a; dominai sobre os peixes do mar, e sobre as aves do céu, e sobre todos os animais que se movem sobre a Terra.
No início do 2º capítulo de Gênesis no versículo 1, 2 e 3, Deus dá por acabado (dentro do nosso sistema solar) os Céus e a Terra, e todo o seu exército foram terminados no dia sétimo. O autor entende que já havia passado sete mil anos a partir do começo da criação, por se tratar de dias de Deus(um dia para Deus = mil anos para os homens), neste período, ou seja, no sétimo dia, Deus descansou de toda Sua obra; a Obra que fizera e criara.
Nota-se porém que Deus não menciona Adão e Eva como criaturas iniciais, mas cria macho e fêmea.
Aos homens manda que cresçam e multipliquem-se sobre a Terra, sem restrições.
No mesmo capítulo 2 de Gênesis, agora do versículos 15 a 24 vamos conhecer um local todo especial, chamado Jardim do Édem, na banda do Oriente(Vamos fazer um parênteses para traduzir a palavra "Jardim" ou "Gan" do Hebraico(Strongs1588) Segundo uma das interpretações do Dicionário Aurélio, significa: País fértil em culturas variadas)- desta maneira poderíamos entender o texto, pois seria um lugar propício para iniciar uma nova cultura ideológica, pois a cidade abrigava várias culturas e credos que já se cultuava na época, Jardim do Édem onde Deus coloca ali uma família que daria origem à Sua linhagem, isto é, de Adão o profeta, de onde sairiam através de sua palavra, os convertidos, que viriam a ser os filhos de Deus. Filho de Deus é todo aquele que crê em Sua palavra. Outra interpretação das palavras "Jardim do Edem" são analisadas pelo teólogo Robert Brown em seu livro.... A palavra hebraica "gan" indica uma área de terra cercada por murros para evitar que animais entrem (no Grego LXX paradeiso da Pérsia pairidaeza significa jardim fechado). Ao invés da tradução "Jardim do Éden", o hebraico deixa claro que o jardim foi plantado no distrito chamado Édem (gan-baeden na NRSV). A palavra hebraica "gedem" pode significar tanto uma direção geográfica como "tempos antigos"(acient time). Então preferimos traduzir "um jardim cercado no distrito de Édem nos tempos antigos."
Robert Brown- Brow Publications, Kingston, Ontario -2004
A partir deste estado de consciência, este seres citados, não mais seriam animais racionais de origem, macho e fêmea, mas uma linhagem especial, trazendo o conhecimento do que Deus queria da humanidade. Este Adão, veio para tornar culto, e lapidar a humanidade ou seja, LAVRAR - Lavrar: (abad=Hebraico-6268)- A palavra lavrar e trabalho, vem da mesma origem do hebraico e significa: trabalhar para outros, servir com trabalho, ministrar, trabalhar para ministério.(Dicionário conciso do Hebraico - Kohlemberger/Swanson)
Dicionário Aurélio: também prestar culto Lavrar('abad -5647):A raiz primitiva de trabalho, servir, manter comunhão, prestar culto. www.htmlbible.com/sacrednamebiblecom/kjvstrongs/STRHEB56. htm#S5647) .
Deus diz que não é bom que ele, Adão o profeta, esteja só e promete uma companheira(adjutora) ajudante que estivesse à sua altura para o seu futuro - como diante dele.
Quando Deus traz Adão para colocar os nomes na sua criação, não se achou nenhuma mulher na humanidade, que estivesse à altura de Adão para o auxiliar (Gen.2:20). Então diz o texto que Deus fez cair um sono pesado em Adão(Gen.2:21), um sono sobrenatural, que é o verdadeiro significado da palavra original em hebraico (tardemãh). tardemah 8639 -Sono pesado, transe, sono profundo (Gen 2:21, Gen 15:12 e13, 1Sa 26:12, Jó 4:13, Jó 33:15, Isa 29:10) - Todos os textos apresentados, mostram um estado de sono sobrenatural onde Deus revela algo através de visão.
Leremos Gênesis 2 versículo 21: " Então o Senhor Deus fez cair um sono pesado sobre Adão, e este adormeceu; e tomou uma das suas costelas e cerrou a carne em seu lugar."
Ao lermos "e tomou uma de suas costelas", entendemos que o significado da palavra costela vem a ser "oposto", exemplo: uma mulher. O dicionário Aurélio entre muitos significados nos dá a palavra Costela, sendo como diminutivo de costas; lado oposto; reverso. Também em outra tradução achamos- 6763 -tsela` -da raíz original tsala' - ref.a curva - vários significados: outro(pessoa); lado; diferente, curvado; no entanto; conseguintemente; um lado); oposto; ao lado, viga sustentadora, armação, costela (King James Bible Hebrew Concordance) Também lemos "Cerrou a carne em seu lugar", que significa terminar, encerrar o trabalho, pois cerrar com a letra C não significa serrar com serra ou serrote como alguns teólogos afirmam, mas vem a ser encerrar o trabalho da criação.
Pode-se concluir portanto que o texto acima estaria falando do oposto do homem, mulher. Macho, fêmea. Poderia estar falando que Eva foi tirada da linhagem genética de Adão pois o texto também fala que colocou carne em seu lugar. Hoje podemos entender ou aceitar essa teoria, pois os cientistas da atualidade trabalham com a clonagem de células podendo até escolher o sexo de um ser, reproduzir um órgão ou clonar um indivíduo.
Quanto ao sono profundo de Adão, alguns teólogos fazem a comparação como sendo um sono estático igual ao sono de Abrão onde ele(Abrão) tem uma visão do futuro do seu povo e a peregrinação de sua semente sobre a Terra, sua genealogia, os filhos de Deus (Gen.15:12), pois a mesma palavra em hebraico usada para o sono profundo, ou sono sobrenatural (tardemãh) é usada para ambas as passagens. O autor entende que desta mesma forma Adão tem uma visão do seu futuro, que junto à Eva representaria a formação da família em uma única linhagem dos filhos de Deus, através do matrimonio e da fidelidade do casal (Gen. 2:24).
Em Gênesis, como vimos, está narrado as primeiras origens do gênero humano e do povo hebreu, todo o seu relacionamento com Deus, seus intuitos, e razão pela qual Deus criou a humanidade. Mas, para conseguir esse intento Deus forma uma linhagem,(uma família) para nela introduzir e revelar seus conhecimentos a fim de iniciar uma recuperação através de uma batalha ideológica buscando um estado de consciência e livre arbítrio, como vimos nos parágrafos acima.
Para isso Deus, escolhe a família de Adão e inicia-se então o Grande Drama da humanidade.
Os cinco grandes patriarcas do povo hebreu, Adão, Noé, Abraão, Isaac e Jacó, e todo o seu contexto, está baseado na arvore genealógica desta família ( Adão ).
O livro do Gênesis narra através da historia, uma vasta quantidade de séculos, colocados no tronco de suas genealogias com nomes, datas e anos. Havendo uma divergência entre si. O Hebraico, o Samaritano e o Grego baseiam-se cada um em seus textos; colocam a criação em mais ou menos 5.508 anos AC. Os Hebreus, usam uma era que no mesmo período conta 3.760 anos AC. A ciência aparece com uma terceira data de origem do Homem na terra, bem mais distante, pois hoje se sabe de múmias com milhares de anos. O que vem justificar a teoria deste autor, onde esta criação surgiu de MACHO e FÊMEA, crescei e multiplicai-vos, bem distante do profeta Adão e sua família. Estas divergências de certa forma, são normais pela distância ao longo das historias através das culturas e de suas linhagens. A ciência é mais precisa, pois é baseada em tecnologia avançada, sobre fosseis achados e periciados.
Ao entrarmos nos textos bíblicos deste capítulo, faremos um pequeno retrospecto da história de Adão e Eva, que todos nós de alguma forma já ouvimos falar. Sua família inicial foi formada de cinco pessoas: Adão, Eva, seus filhos Caim, Abel e Sete. Deste último originou-se a genealogia de Adão à Jesus por descendência (Segundo vemos em Lucas3:23-28) . Nos dois primeiros filhos Caim e Abel tivemos uma tragédia familiar, como eventualmente acontece em algumas famílias.
Nos relatos que se seguem faremos um enfoque especial para Caim, que por ciúmes do seu irmão o matou. Porém o mesmo fato revela um outro lado da história que quase passa despercebido, a existência de outras pessoas e até cidades existentes na época. Assim de certa forma muda o curso da história contada através das religiões que indicam Adão e Eva como as primeiras pessoas sobre a face da terra, e que a humanidade partiu apenas deste casal.
Por este capítulo poderemos analisar os textos bíblicos e com certeza teremos uma grande polêmica em torno do assunto que poderá esclarecer muitas dúvidas criadas através dos tempos.
As linhagens aqui citadas iniciam a contagem de suas historia à partir do seu primeiro profeta: Adão. Que é o inicio dos considerados filhos de Deus.
Dividido este capitulo em dez partes, verifica-se um perfeito entrosamento entre o primeiro e o segundo plano cristão e os dois Adãos. Alguns trechos foram extraídos do "Vocabulário de Teologia Bíblica - Xavier Léon-Dufour- ".
Filho de Adão por sua nascença e renascido em Cristo pela sua fé, o cristão conserva com o primeiro e o último Adão (Jesus) uma relação durável embora de natureza e alcances diversos. Fiel ao verdadeiro sentido do relato das origens, ele não alega o pecado do primeiro Homem para desculpar-se, mas compreende que Adão é ele próprio, com a sua fragilidade, e seu pecado e o seu dever de despojar-se do velho Homem, segundo a expressão de Paulo (Ef. Cap. 4 vers.,22 . Col. 3-9). E isso para "revestir Jesus Cristo, o Homem novo". Deste modo todo o seu destino se insere no drama dos dois Adãos. Ou antes, o cristão encontra em Cristo o Homem por excelência: segundo o comentário que Heb. 2 ver.5-9 faz do salmo 8 ver.5 , aquele que foi provisoriamente rebaixado sob os Anjos, para merecer a salvação dos Homens, recebeu a Glória prometida ao verdadeiro Adão.
São assinaladas claramente as diferenças de Adão: a desobediência, a condenação e a morte; de Jesus Cristo, a obediência, a justificação e a vida. Mais ainda, por Adão o pecado entrou no mundo; por Cristo, que é a fonte da Graça, esta superabundou.
Verifica-se no primeiro plano cristão: - A união fecunda de Adão e Eva, anunciando a união de Cristo e da Igreja; Esta, por sua vez, vem a ser o fundamento do matrimônio cristão. (Ef. 5 - 25/33 - I - cor. 6 - /16).
O objetivo deste capítulo mostra que floresce no meio da humanidade a crença em um Deus único e as Leis que vieram através de Moises, o cumprimento e esclarecimento através dos profetas e Jesus Cristo.
Começaremos a desvendar então, o porquê do autor deste livro, assegura que Adão foi o primeiro profeta e existiam mais habitantes presentes na face da Terra. Leiamos:

SÃO JUDAS - Cap. 1 vers. 13 a 14

13- Ondas impetuosas do mar, que escumam as suas mesmas abominações: Estrelas errantes, para os quais está eternamente reservada a negrura das trevas.
14- E destes profetizou também Enoque, o sétimo depois de Adão, dizendo:
Eis que é vindo o Senhor com milhares de seus Santos;

O texto se refere aos ímpios que habitavam a terra na época em que os profetas profetizavam. Por lógica, se Enoque foi o sétimo profeta depois de adão, Adão foi o primeiro.
Vocabulário: lavrar = tornar culto, cultivar ( O sentido lavrar na frase abaixo no versículo 15, refere-se claramente a cultivar e guardar os ensinamentos da palavra de Deus, da Ciência do bem e do mau, pois em hebraico, a palavra Lavrar = ´ãbad - 6268. Strongs- significa cultuar, ministrar, trabalhar para o ministério - pois Adão como o primeiro profeta tinha que guardar e cultivar estes ensinamentos)

GÊNESIS - Cap. 2 vers. 15 a 17

15- E tomou o Senhor Deus o homem, e o pôs no jardim do Éden para o lavrar e o guardar.
16 E ordenou o Senhor Deus ao homem, dizendo: De toda a árvore do jardim comerás livremente;
17 Mas da árvore da ciência do bem e do mal, dela não comerás; Por que no dia em que dela comeres, certamente morrerás.
Obs: Certamente Deus tinha trazido à Adão regras que deveriam ser cumpridas pois ele estava sendo porta voz da palavra de Deus, e não poderia descumpri-la. Não eram leis, mas regras que passariam a nortear a humanidade.

GÊNESIS - Cap. 3 vers. 1 a 10

1- Ora, a serpente era mais astuta que todas as alimárias do campo que o Senhor Deus tinha feito. E esta disse à mulher: É assim que Deus disse: Não comereis de toda a árvore do Jardim?
2- E disse a mulher à serpente: Do fruto das árvores do jardim comeremos;
3- Mas do fruto da árvore que está no meio do jardim, disse Deus: Não comereis dele, nem nele tocareis, para que não morrais.

OBS: árvore da ciência do bem e do mal - Para entender o que a árvore significa, ou representa, teremos que analisar o que o Judeu pensa sobre isso.
Analisaremos algumas frases do livro Árvore da Vida Árvore do conhecimento, escrito pelo professor emérito de Educação Judaica da Universidade Hebraica de Jerusalém, Dr. Michael Rosenak:
"A árvore da ciência do bem e do mal ou árvore do conhecimento, nos leva ao confronto entre humanos e Deus, entre o homem e a mulher, e entre pessoas e o seu ambiente natural. Através das ordens de Deus, a árvore do conhecimento coloca limites no mundo presente. No entanto a árvore da vida nos aponta para a "mágica" do conhecimento potencial que os humanos possuem. Num paradoxo similar, a Torah (Bíblia) sugere que a benção de tão grande sabedoria é dada livremente ao humanos que aceitarem se controlar (por causa do mandamento) mas deverá ser negado aos desobedientes....... Na Bíblia no mínimo humanos que comerem da "árvore do conhecimento do bem e do mal" são mantidos fora da árvore da vida.
No aprendizado da literatura judaica, as duas árvores parecem estar erguidas no mesmo lugar, suas raízes estão interligadas. O conhecimento é transformado através da aliança do mandamento, em relacionamento(com Deus). Através da Torah (Bíblia) podemos encontrar tanto auto controle como novas descobertas. Humanos tem que obedecer a Deus, e controlar seus apetites e vontades através dos mandamentos (de Deus) e "conquistar a Terra." Através do tempo a rica veia da literatura "misdrástica" da Torah, vê as duas árvores se tornando uma só......." (Árvore da vida árvore do conhecimento - Dr. Michael Rosenak - Westview Press-2003 pg.15,16)

continuando o texto...

4- Então a serpente disse à mulher: Certamente não morrereis.
5- Porque Deus sabe que no dia em que dele comerdes se abrirão os vossos olhos, e sereis como Deus, sabendo o bem e o mal.
6- E vendo a mulher que aquela árvore era boa para se comer e agradável aos olhos, e a árvore desejável para dar entendimento, tomou do seu fruto e comeu
, e deu a seu marido, que também comeu com ela.
7- Então foram abertos os olhos de ambos, e conheceram que estavam nus; e coseram folhas de figueira e fizeram para si aventais.
8- E ouviram a voz do Senhor Deus, que passeava no jardim pela viração do dia: e escondeu-se Adão e sua mulher da presença do Senhor Deus, entre as árvores do Jardim.
9- E chamou o Senhor Deus a Adão, e disse-lhes: Onde estás?
10- E ele disse: Ouvi a tua voz soar no jardim, e temi, porque estava nu, e escondi-me.

OBS: No Ver.6 ao final do versículo lê-se "que também comeu com ela." Sub-entende-se então, que só posteriormente Adão comeu com Eva.
A atenção deste trecho está voltada para o versículo 3, na última frase. Em se tratando de sabedoria, a contravenção da desobediência, traria a morte simultânea da vida espiritual, a morte em pecado.
No versículo 5, vem a transgressão. Deixa de ser pura para entrar no mundo pecaminoso e vulnerável nos dois poderes, - mal e bem, através do livre arbítrio, o mundo material. No versículo 6, foi que Eva provou primeiro do fruto proibido, gerando Caim e, posteriormente, Abel, fruto da segunda desobediência, mas que seria o filho legítimo de Adão.
Como houve a desobediência, os próprios fatos se encarregaram de corrigir a transgressão, pois Caim, que não descendia da linhagem do Senhor, era ciumento, se tornou irado e matou Abel. A genealogia de Adão, no capítulo 5 de Gênesis, versículo 1,diz: "No dia em que Deus criou o homem, à semelhança de Deus o fez -versículo 2 "Macho e Fêmea os criou; e os abençoou e chamou o seu nome Adão, no dia em que foram criados. Versículo 3 E Adão viveu cento e trinta anos e gerou um filho à sua semelhança, conforme a sua imagem, e chamou o seu nome Sete.
Como se pode notar, e ainda afirma S. João na sua primeira carta, Caim não estava contado como semelhança e imagem de Deus, dos filhos de homens, somente aqueles que crêem no Seu nome serão chamados filhos de Deus.
Levantando uma polêmica conflitante, parece haver uma dúvida, quanto à fecundação de Caim, pois Eva transgrediu primeiro, desobedecendo à Deus, comendo do fruto proibido.
Leiamos mais uma vez o versícilo 6:

GENÊSIS Cap. 3 vers. 6

6 - E vendo a mulher que aquela árvore era boa para se comer, e agradável aos olhos, e árvore desejável para dar entendimento, tomou do seu fruto, e comeu, e deu também a seu marido, e ele comeu com ela.
Parece então que a primeira transgressão de Eva, não foi com Adão, conforme narra Paulo em sua segunda carta aos Corintios.

GENESIS - Cap. 4 vers. 7 a 8

7- Se bem fizeres, não haverá aceitação para ti? Não receberá por isso galardão; E, se obrares mal, não estará logo o pecado à tua porta? Mas sob ti está o seu desejo, e tu o dominarás.
8 E falou Caim com o seu irmão Abel: e sucedeu que, estando ele no campo, se levantou Caim contra o seu irmão Abel, e o matou.
Assim Caim matou Abel e Deus o castiga, amaldiçoando-o .
Através do conhecimento da ciência do bem e do mal, ou seja, do que é certo ou errado, a vontade e o autodomínio do ser humano deve sobrepor-se à sua própria natureza, obedecendo leis divinas transmitidas através dos profetas enviados em um mundo já habitado por seres humanos já espalhados pela Terra desde a sua formação no início (gen.1- 24-28).

GENESIS - Cap. 4 vers. 14 a 17

14- Eis que tu me expulsas desta Terra e eu me esconderei da tua face, e serei vagabundo, fugitivo da Terra, ; Portanto todo o que me achar, me matará.
15- E o Senhor disse-lhe: Não será assim; mas qualquer que matar Caim será castigado sete vezes mais. E o Senhor pôs um sinal em Caim, para que não o matasse, ninguém que o encontrasse
16- E Caim, tendo-se retirado de diante da face do Senhor, andou errante sobre a terra, e habitou no país de Nod,
que está ao nascer do Edem.
17- E Caim conheceu sua mulher a qual deu à luz Henoc. E edificou uma cidade, que chamou Henoc, do nome de seu filho.
Obs: Este não se trata do profeta Enoque mencionado em S. Judas.
Quando S. Judas fala ( vers. 14 ) "E destes profetizou também Henoque o sétimo depois de Adão, ". ( Este Henoque vem da linhagem de Sete, o terceiro filho de Adão e Eva. ) Ele está se referindo aos ímpios, que habitavam a Terra naquela época, dizendo que Enoque já era o sétimo profeta. Começara com o Adão de Eva, sendo o primeiro a profetizar para os ímpios que já habitavam a terra na época de Adão - O Profeta, pois em Gênesis cap. 2 vers. 15 a 17, Ele (Deus) estipula a ciência do bem e do mal que os seres passariam a conhecer através do seu primeiro profeta Adão e que teriam que se sobrepor aos seus desejos e vontades, pois em Gênesis cap. 4 vers. 7, está escrito: "Mas sob ti está o seu desejo e tu o dominarás. " Estas regras e normas passam a vigorar à partir do momento em que se toma conhecimento delas.
Começa assim o livre arbítrio de escolha. Chega-se então à história de Caim que matou o seu irmão e dialogava com Deus: Gênesis cap. 4 vers. 17 . Para que Caim se afastasse da face do Senhor, ou seja; de estar em comunhão com Deus e com os seus pais onde vivia e ir para o País do Nod, ao nascente do Edem, naturalmente, ele, Caim, andou por várias povoações, ou nações, até que, chegando à cidade de Nod, conheceu sua mulher, que dela gerou filhos como uma família normal.
Ora, se ele viajou e encontrou uma moça com quem casou, só poderia haver mais gente na face da terra - E não somente Adão e Eva e ele, Caim, pois acabava de matar seu irmão Abel que seria a quarta pessoa, retornando para três os sobreviventes da sua linhagem. Fica assim impossível sem outras pessoas, que ele viesse a conhecer outra mulher, alem de sua mãe Eva.
Outro fato importante das Leis Divinas, que já estariam em vigor, é que embora Caim tivesse cometido um crime, Deus não permitiu que outra pessoa pudesse matá-lo em represália. Pois se isso acontecesse, o agressor seria sete vezes castigado. Há também, uma certa benevolência para com Caim, perdoando-o de certa forma, deixando-o ir e ainda constituir uma família depois do ocorrido. Veja que para Deus tudo é possível. Porém, se Caim menciona no diálogo, que aquele que o achasse, ou seja, que descobrisse que ele era um assassino, poderia matá-lo, mais uma vez ele não estava só. Haveria de ter mais pessoas na face da terra, para encontrá-lo.
Mais uma vez, começa a fazer sentido, o motivo da criação humana, pois mesmo Caim sendo um assassino, ele não o extermina, e sim lhe dá mais uma chance (pois estamos aqui para uma recuperação, ou seja voltar para o universo)
A seguir, vamos confirmar mais uma Lei que deveria ser obedecida. A lei do matrimônio, ou casamento apenas com uma mulher, que passa a vigorar à partir do casal Adão o Profeta e Eva, a sua escolhida.

GÊNESIS - Cap. 2 vers. 24 a 25

24-Por isso deixará o Homem seu pai e a sua mãe, e se unirá à sua mulher; e serão dois numa só carne.
25-Ora, um e outro, isso é, Adão e sua mulher, e estavam nus; e não se envergonharam.
Na diversidade das Leis, Jesus esclarece sobre o casamento com uma mulher só. Iniciado com Adão e Eva no princípio, como leremos abaixo:

Vocabulário: libelo = exposição articulada do que se pretende provar contra um Réu ; fornicação = cópula, pecado da luxúria

SÃO MATEUS - Cap. 19 vers. 1 a 12

1 - Aconteceu que, tendo Jesus acabado estes discursos, partiu da Galiléia e foi para os confins da Judéia, além do Jordão.
2 - Grande multidão o seguia, e ele curou os seus doentes.
3- Foram ter com ele os fariseus para o tentar e disseram-lhes: É lícito a um homem repudiar sua mulher por qualquer motivo?
4- Ele, respondendo, disse-lhes: Não leste que quem criou o homem no princípio, criou-os macho e fêmea e disse:
5- "Por isso deixará o homem pai e mãe, e juntar-se-á com sua mulher e os dois serão uma só carne?
" Por isso, não mais são dois, mas uma só carne
obs: Esta frase acima não teria lógica se não existisse mais ninguém na face da Terra. No entanto a família de Adão e Eva, nasce ao meio de uma humanidade pagam sem regras e leis, que à partir do casal, começa a vigorar naquele momento. Veja que podemos também analisar o Mt. 23:35 - onde Abel é mencionado como profeta por Jesus, e não somente como o segundo filho de Eva ("Para que sobre vós caia todo o sangue justo, que foi derramado sobre a terra, desde o sangue de Abel, o justo, até ao sangue de Zacarias, filho de Baraquias, que matastes entre o santuário e o altar.")
Continuando o texto....
6 -. Portanto, não separe o Homem o que Deus juntou.
7- Por que mandou pois Moisés, retrucaram eles, dar de repúdio e separar-se"?
8- Respondeu-lhes: Porque Moisés, por causa da dureza do vosso coração, permitiu-vos repudiar vossas mulheres; mas no princípio não foi assim.
9- Eu pois digo-vos que todo aquele que repudiar sua mulher, a não ser por causa de fornicação, e casar com outra, comete adultério; e o que se casar com uma repudiada, comete adultério.
10 -Disseram-lhes os discípulos: Se tal é a condição do homem a respeito da mulher, não convém casar.
11- Ele disse-lhes: Nem todos compreendem esta palavra, mas somente aqueles a quem foi concedido.
12-Porque há eunucos que nasceram assim do ventre de sua mãe, há eunucos a quem os homens fizeram tais e há eunucos que assim mesmo se fizeram eunucos por amor do reino dos céus. Quem pode compreender compreenda.
Obs: no Vers. 12 eunucos a quem os homens fizeram, refere-se a homens castrados: guarda de Harém
Jesus confirma a posição das leis dadas no princípio, fazendo notar que no princípio era certo ser a união do casal, até o fim das suas vidas. Porém, pela dureza dos corações dos homens, as coisas foram mudadas pelo próprio homem, mas Ele ( Jesus ), faz com que tudo comece a voltar para seus lugares.
Quanto ao versículo 6, quando fala na união de dois em uma só carne, poderia-se entender que o casamento só se consolidaria com o nascimento do filho ou filha do casal, pois entende-se de maneira lógica que um filho é a união do sêmem do homem ao óvulo no útero da mulher, tornando os dois em uma só carne (Num DNA tem-se os cromossomos do pai e da mãe).
Mais um esclarecimento agora porém vindo de Paulo sobre a mesma união do homem com a mulher em Aos Efésios Cap. 5 ver. 25 a 33, que vamos apenas mencionar.
De um modo geral toda a estrutura da fé está na união de pensamentos, da condição daquilo que se crê e na permanência nela (fé). Toda a estrutura da humanidade está baseada na família. Hoje de certa forma, como no passado, meio aos frangalhos, porque à medida que falta a fé, falta também estrutura no lar pela intolerância e a incompreensão das pessoas que se amam. Formam assim situações e dão brechas no relacionamento, criando oportunidade para o lado negativo se instalar naquilo que é sagrado no cristianismo - a família.
Gostaria que o leitor percebesse a profundidade da menção unidos em uma só carne, e de suas conseqüências.

I AOS CORINTiOS - Cap. 6 Vers. 16 a 18
(S.Paulo Apóstolo)

16 - Não sabeis que o que se junta com uma prostituta, torna-se um mesmo corpo? "Porque serão, disse, dois numa só carne"
17 Ao contrário, o que está unido ao Senhor é um só espírito com ele.
18 Fugi da fornicação. Qualquer pecado que o homem comete, é fora do corpo; mas o que comete fornicação, peca contra o seu próprio corpo.
O que falar deste trecho? Todos criticam, condenam estas ações ou atitudes, mas às vezes, encontram-se envolvidos e tentados em tais situações, que passado o momento, ou estarão contentes por terem superado tal situação ou constrangidos diante das suas fraquezas.
Paulo mesmo, fala do espinho na carne que lhe atormentava durante toda a sua vida...
Quando há muitos anos iniciamos este estudo, deparei com uma frase que me atingiu profundamente e apeguei-me à ela até hoje. Deixo-a como comentário deste capítulo, para que o leitor possa tirar as suas conclusões:
"Sobre ti está o teu desejo e tu o dominarás" - Gênesis cap. 4 versículo 7
Como o leitor está acompanhando o raciocínio, Adão o primeiro profeta, uniu-se a sua esposa Eva. Porém ela comeu da maçã proibida da arvore da ciência do bem e do mal. O que realmente seria esta maçã? Vamos de forma clara apresentar os textos bíblicos com o propósito de esclarecer um ponto extremamente polêmico dentro das igrejas de modo geral. Paulo na sua carta aos Corintios, explica e dá seu recado aos cristãos a respeito dos fatos.

Vocabulário:
insipiência = loucura

II AOS CORINTIOS - Cap. 11 vers. 1 a 3

1 - Oxalá que suportásseis por um pouco a minha insipiência, mas enfim tolerai-me,
2- Porque vos zelo com zêlo de Deus. Porquanto eu desposei-vos para vos apresentar, como virgem pura, a um único esposo, a saber, a Cristo.
3 - Mas temo que, assim como a serpente seduziu Eva, assim sejam corrompidos os vossos sentidos e se apartem da simplicidade que há em Cristo.

Da mesma forma simples que Paulo quer transmitir a mensagem, é possível traduzí-la. Ora! Esta simplicidade traduz que: os fiéis devem estar puros como virgens para entrar no seguimento cristão e não como Eva, que foi traída nos seus sentimentos, como virgem pura que deveria se dar a Adão o profeta, como única esposa. Subentende-se que isso não se deu no caso de Eva e Adão, situação já comentada e de certa forma característica do ser humano, frágil e inseguro.

II AOS CORINTIOS Cap. 11 vers. 1 - 2 -3

1- Oxalá me suportásseis um pouco na minha loucura! Suportai-me, porem, ainda.
2 - Porque estou zeloso de vós com zelo de Deus; porque vos tenho preparado para vos apresentar como uma virgem pura a um marido, a saber a Cristo.
3 - Mas temo que, assim como a serpente seduziu Eva com a sua astúcia, assim também sejam de alguma sorte corrompidos os vossos sentidos, e se apartem da simplicidade que há em Cristo.

Paulo temia que da mesma forma como satanás levou Eva a pecar, os menbros da igreja de Corintios fossem corrompidos através da impureza. Partindo do princípio que Eva foi traída nos seus sentidos, na sua simplicidade, e foi seduzida, ... Procuramos no Dicionário Aurélio, pois é o mais confiável na versão português, contudo o original em grego traz o mesmo significado. A tradução da palavra:
Sedução: " Ato ou efeito de seduzir ou ser seduzido - Qualidade de sedutor. Atração, Encanto, Fascínio -- 4. Bras. Jurid. = Crime: Consiste em iludir mulher virgem, .Maior de 14 e menor de 18 anos, Valendo-se da sua inexperiência, ou justificável confiança para manter com Ela conjunção carnal. "
Reforçando esta tese há também temos esta carta do mesmo Paulo, que escreve agora para Timóteo seu discípulo.

I Timoteo cap. 2 vers. 13 a 15

13 Porque primeiro foi formado Adão, depois Eva. 14 E Adão não foi enganado, mas a mulher, sendo enganada, caiu em transgressão. 15 Salvar-se-á, porém, dando à luz filhos, se permanecer com modéstia na fé, na caridade e na santificação.

No texto acima, temos uma visão clara dos fatos ocorridos, pois Paulo explica que Eva foi enganada, seduzida, e caiu em transgressão. E esta transgressão não foi com Adão. Segundo o texto, Eva teria uma segunda chance, o texto nos induz a seguinte conclusão; Eva errou, transgrediu por tentação, pois ela estava determinada a se apresentar como virgem pura a Adão - e isso não aconteceu! - No entanto ela poderá reparar este fato se permanecer na fé com modéstia, dando luz a filhos. Pois seu filho teria que ser de Adão para retomar o lugar que estava preparado. Pois seria através do casal, que daria o início da genealogia do Messias. Mas este erro teve um preço alto, tanto para Eva, como para Adão. Os fatos se encarregaram de esclarecer as origens de cada um dos filhos de Eva, Caím era filho do Maligno, filho da tentação. Abel o justo, filho de Adão com Eva considerado filho de Deus e profeta.
Vejamos agora o que diz o Apostolo João em sua primeira carta.

I S. JOÃO Cap. 3 vers. 8 a 12

8- Quem comete o pecado é do diabo; porque o diabo peca desde o princípio. Para isto o filho de Deus se manifestou: para desfazer as obras do diabo. 9 - Qualquer que é nascido de Deus não comete pecado; porque a sua semente permanece nele; e não pode pecar, porque é nascido de Deus. 10 - Nisto são manifestos os filhos de Deus, e os filhos do diabo. Qualquer que não pratica a justiça, e não ama a seu irmão: não é de Deus. 11 - Porque esta é a mensagem que ouvistes desde o princípio: que nos amemos uns aos outros. 12 - Não como Caim, que era do maligno, e matou a seu irmão. E por que causa o matou? Porque as suas obras eram más e as de seu irmão justas.
OBS: no versículo 12 fica claro que Caim provinha do maligno e não de Adão.
Em Gênesis cap. 4 vers. 1 - 2, em uma segunda recapitulação da história. Narra o historiador, nas traduções bíblicas de João Ferreira de Almeida, revisada e atualizada no Brasil, segunda edição de 1993. E o comentário do mesmo texto na bíblia traduzida pelo pe. Matos Soares, edição de 1985, sobre o mesmo texto:

GÊNESIS Cap. 4 vers. 1 e 2
1 - E conheceu Adão a Eva, sua mulher, e ela concebeu e teve a Caim, e disse: Alcancei do Senhor um varão. 2 - E teve mais a seu irmão Abel: e Abel foi pastor de ovelhas, Caim foi lavrador da terra.

O relato respeitante aos dois filhos de Adão e Eva serve-se do ambiente em que vivia o relator.
O que o Hagiógrafo ( autor que conta a vida dos Santos. ) quer apresentar, não se refere ao modo de vida dos homens primitivos.
Olhando por este ângulo, fica uma dúvida de pontuação na originalidade do texto. Que poderia ser desta forma:

GÊNESIS Cap. 4 vers. 1 e 2
Coabitou o homem com Eva, sua mulher. Esta concebeu e deu à luz a Caim.
Então, disse: Adquiri um varão com o auxílio do Senhor.
E deu à luz a Abel que foi pastor de ovelhas, e Caim lavrador.
Com as discrepâncias nas traduções bíblicas, é preciso ater-se às opiniões que levem à conclusões lógicas e não às figurativas. Como vimos anteriormente, adão significa também homem de baixo grau. O fato, porém, nada altera o conteúdo e a essência do cristianismo, mas mostra, de todas as maneiras focadas, uma desobediência não programada atribuída ao livre arbítrio dos envolvidos, causando um desastre no que deveria ser um exemplo de obediência e a essência do matrimônio, pureza e fidelidade. Desde o princípio.
Vê-se pois que, para alcançar um favor do Senhor, ela (Eva ) só poderia estar pedindo um novo filho, desta vez de Adão (o homem de Alto grau; superior, que tem conhecimento de Deus), para que se redimisse perante o Senhor. Assim , nasceu Abel, que era filho de Adão. Posteriormente, após a morte de Abel, Deus lhes concede um filho a Sua imagem, completando assim o projeto inicial.
Vocabulário:
Querubins = anjos de primeira hierarquia

GÊNESIS - cap. 3 vers. 21 a 24

21 E fez o Senhor Deus a Adão e a sua mulher túnicas de peles e os vestiu. 22 - Então disse o Senhor Deus: Eis que o Homem, é como um de nós, sabendo o bem e o mal; Ora pois para que não estenda a sua mão, e tome também da árvore da vida. E á coma e viva eternamente; 23- O Senhor Deus, pois, o lançou fora do jardim do Éden, para lavrar a Terra de que fora tomado. 24- E havendo lançado fora o Homem, pôs Querubins ao Oriente do jardim do Éden, e uma espada inflamada que andava ao redor, para guardar o caminho da árvore da vida.

Obs: No versículo 22 ao ler"eis que o homem" está se tratando de Adão o marido da Eva.
Uma vez que Eva pecou e Adão a acolheu, acabou pecando contra as leis do matrimonio, frustrando de certa forma este plano inicial que deveria ser perfeito. Porém Adão também estava sujeito as tentações e caiu.
Veremos a partir dos textos abaixo, uma peregrinação do ser humano em busca da sabedoria, dos cumprimentos das leis, para que no final dos tempos terrenos, alguns de alguma sorte possam merecer a coroa da vida.

Analisaremos: APOCALIPSE de SÃO JOÃO - Cap. 2 vers. 7

7- Quem tem ouvidos ouça o que o espírito diz às igrejas: Ao que vencer, dar-lhe-eis a comer da árvore da Vida, que está no meio do Paraíso de Deus.

GÊNESIS - Cap. 4 vers. 7

7- Porventura, se tu obrares bem, não receberás? e se obra mal, não estará logo o pecado a tua porta? Mas sob ti está o seu desejo, e tu o dominarás.

APOCALIPSE de SÃO JOÃO - Cap. 2 vers. 10 a 11

10- Não temas nada do que terás que sofrer. Eis que o demônio fará pôr na prisão alguns de vós, a fim de serdes provados; tereis tribulações durante dez dias. Sê fiel até a morte e eu te darei a coroa da Vida.
Obs: neste versículo a "Coroa da Vida" entende-se a vida eterna.
Teria alguma relação os dias mencionados no texto acima com o já observado anteriormente, "um dia para Deus, são como mil anos? Seria então dez mil anos, do princípio até a segunda vinda de cristo? "
Continuemos com o versículo 11:
11 Aquele que tem ouvidos ouça o que o espírito diz às igrejas: O que sair vencedor, ficará ileso da Segunda morte.
Finalizaremos este capítulo quatro com esta passagem do Apostolo João:

I - EP. SÃO PEDRO - Cap. 3 vers. 8 a 12

8 E finalmente sede todos de um mesmo sentimento, compassivos, amando os irmãos, entranhavelmente misericordiosos e afáveis.9 Não tomando mal por mal, ou injúria por injuria; antes, pelo contrário, bendizendo: sabendo que para isto fostes chamados, para que por herança alcanceis a bênção.10 Porque quem quer amar a vida, e ver os dias bons, refreie a sua língua, e os seus lábios não falem engano.11 Aparte-se do mal, e faça o bem; Busque a paz e siga-a.12 Porque os olhos do Senhor estão sobre os justos e os seus ouvidos atentos às suas orações; mas o rosto do Senhor é contra os que fazem males.

Encerra-se este capitulo, que por sua vez se integra no decorrer do assunto no próximo seguimento: Sobre os filhos de Deus e os filhos dos homens; Dentro de uma separação congênita desde o principio.

Copyright © 2008, www.embuscadaverdade.com.br. All rights reserved.
Webmaster : J.E.S.